O posicionamento da China acerca das intervenções humanitárias do Conselho de Segurança das Nações Unidas no pós-Guerra Fria

  • Henrique Zeferino de Menezes PUC-MG
Palavras-chave: Intervenção humanitária, Conselho de Segurança das Nações Unidas, China

Resumo

O artigo tem o objetivo de debater o posicionamento e as ações do governo chinês em relação às intervenções humanitárias do Conselho de Segurança das Nações Unidas nos últimos anos. O fim da Guerra Fria marcou o revigoramento da instituição e suscitou uma série de intervenções militares destinadas a conter graves catástrofes humanitárias. A China, entretanto, apresenta um posicionamento aparentemente contraditório em relação às novas “responsabilidades” da comunidade internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Zeferino de Menezes, PUC-MG
Graduado em Relações Internacionais pela PUC-MG
Como Citar
Zeferino de Menezes, H. (1). O posicionamento da China acerca das intervenções humanitárias do Conselho de Segurança das Nações Unidas no pós-Guerra Fria. Fronteira: Revista De iniciação científica Em Relações Internacionais, 4(8), 37-56. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/4070