Os jogos de dois níveis de Putnam, a política externa ambígua de Vargas e o projeto desenvolvimentista

Péricles Pedrosa Lima

Resumo


Este artigo procura analisar o trabalho de Robert Putnam (1988) – “Diplomacy and domestic politics: the logico of two-level games” –, no qual o autor aborda a interação entre política doméstica e política internacional, desenvolvendo mecanismos para que um “jogo” de negociações entre o nível doméstico, denominado nível II, e o nível internacional, denominado nível I, possa ocorrer. Nessa perspectiva teórica, este artigo foca um período específico da política externa brasileira – 1937 a 1942 – e as negociações então estabelecidas entre os níveis I e II, as quais deram origem, segundo alguns autores de política externa brasileira, a um ciclo desenvolvimentista que, iniciado por Vargas, se manteve por sessenta anos. Para alguns desses autores, o declínio desse ciclo começou em 1989, diante das transformações da ordem global, ao término da Guerra Fria.


Palavras-chave


Negociações; Política externa; Desenvolvimento; Modernização; Autoritarismo; Guerra; Neoliberalismo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores:

  

 

ISSN: 1679-5377