A “sociedade anárquica” no estado de natureza lockiano

Raphael Spode

Resumo


As relações internacionais caracterizam-se, principalmente, pela ausência de um governo mundial. Muitas ferramentas teóricas são constantemente acionadas para que se possa compreender essa complexa estrutura que gravita num ambiente anárquico. A noção de estado de natureza é uma dessas ferramentas. Este estudo procura compreender em que medida as noções hobbesiana e lockiana de estado de natureza contemplam com lucidez o cenário internacional contemporâneo, tendo como parâmetro comparativo e guia de toda a análise essa principal característica do complexo internacional.


Palavras-chave


Filosofia política; Contratualismo; Estado de natureza; Teoria das relações internacionais; Paz e guerra

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores:

  

 

ISSN: 1679-5377