[1]
M. R. dos Santos, “A evolução da institucionalização do fenômeno da paradiplomacia no Brasil (1995–2010)”, Fronteira, vol. 18, nº 36, p. 212-232, set. 2019.