http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/issue/feed Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais 2019-10-28T19:25:04+00:00 Dr. Leonardo César Ramos fronteira@gmail.com Open Journal Systems <p><strong>Fronteira</strong> é uma publicação semestral do Departamento de Relações Internacionais, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, classificada como B5 no QUALIS de sua área "Ciência Política e Relações Internacionais" (Plataforma Sucupira - CAPES - Brasil).</p> <p><strong>Missão</strong>: Fronteira tem por missão veicular trabalhos de iniciação científica que contribuam para o avanço da pesquisa, especialmente na área de Relações Internacionais, da formação acadêmica crítica e integral, aberta ao diálogo, à perspectiva interdisciplinar e à pluralidade de ideias.</p> <p><strong>Fronteira</strong> is a biannual journal published by the International Relations Department of the Pontifical Catholic University of Minas Gerais, rated B5 at QUALIS/CAPES, in its area "Political Science and International Relations" (Plataforma Sucupira - CAPES-Brazil).</p> <p><strong>Mission</strong>: Froteira aims to convey undergraduate scientific papers that contribute to the advancement of research, particularly in the area of International Relations. Its main purpose is to provide a critical and integral education, open to dialogue, to interdisciplinary perspective and to the plurality of ideas.</p> http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/21229 Apresentação 2019-09-26T12:43:17+00:00 Revista Fronteira fronteira@gmail.com 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/18208 A emergência de grupos de interesse político-religiosos frente à ilegitimidade estatal: o caso nigeriano 2019-09-26T15:26:58+00:00 Pedro Aluízio Resende Leão pedro27leao@gmail.com <p>O objetivo deste trabalho é entender a relação entre a fragilidade do Estado secular na execução bens públicos e a ascensão de grupos de interesse religioso, que adquirem protagonismo nos processos políticos. Para isto, toma-se o caso nigeriano e se observa as limitações do Estado na região norte e o crescimento de grupos de teologia política islâmica, que passam a disputar cargos políticos relevantes. Observou-se os índices de fragilização do Estado nigeriano e, paralelamente, os argumentos elencados pelos grupos políticos. Constata-se que há a relação inversa, no que tange à legitimidade conferida ao Estado e aos grupos islâmicos: deslegitimação das instituições seculares e legitimação dos grupos de interesse religioso.</p> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/18717 A evolução da institucionalização do fenômeno da paradiplomacia no Brasil (1995–2010) 2019-09-26T03:06:23+00:00 Matheus Rodrigues dos Santos matheus_santosr@hotmail.com <p>O presente artigo busca analisar a forma como decorreu a evolução institucional do fenômeno da paradiplomacia no Brasil durante o período de 1995 a 2010. O estudo foi realizado através da abordagem qualitativa analítica e utilizou-se das técnicas de revisão bibliográfica e de análise documental de projetos de lei que versam sobre a temática. À guisa de conclusão, verificou-se que o monopólio da condução das relações exteriores pelo MRE prejudica a inserção internacional das unidades subnacionais. Bem como, que o processo de institucionalização apresentado possui caráter reativo. E, por fim, que a ausência de um marco constitucional referente à paradiplomacia acarreta em ações internacionais, conduzidas pelas unidades subnacionais brasileiras, que não possuem amparo jurídico.</p> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/18894 Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável: um estudo sobre a implementação dos ODS de 1 ao 4 no Brasil 2019-10-28T19:25:04+00:00 Rhanna Maria Santos Paixão rhannamaria15@gmail.com Isabella Monteiro Valentim isabella7296@gmail.com Luiane Magalhães Dias luianemdias@gmail.com <p><span id="docs-internal-guid-8ccbec64-7fff-4519-6718-482cde7a17e7">Este artigo busca analisar quatro Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), cujos focos são: pobreza, fome, saúde e educação, no contexto brasileiro. Para tanto, foram selecionadas duas variáveis, a merenda escolar e a educação sobre a saúde, consideradas neste trabalho como pontos de conexão entre estes ODS. A partir da bibliografia estudada e da análise de dados estatísticos do governo brasileiro, conclui-se que o Brasil apresenta diversos programas públicos bem-sucedidos voltados para o cumprimento de tais Objetivos, juntamente a iniciativas positivas da sociedade civil organizada (principalmente no combate à fome). Contudo, o país também apresenta problemas graves internos e regionais que precisam ser sanados para que a Agenda 2030 seja cumprida.</span></p> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/19016 O programa amazônia e a governança ambiental global: a ação da Natura orientada pelo Objetivo do Desenvolvimento Sustentável sobre Consumo e Produção Responsáveis (ODS 12) 2019-09-26T03:10:51+00:00 Flávia Henriques Góes de Medeiros hgoesmedeiros@gmail.com Bárbara Benevides Torres barbara.torress@yahoo.com.br Débora Helena Barros Ribeiro debora_hbr@outlook.com Gabriel Neves dos Santos Rodrigues gabriel_neves01@hotmail.com Igor Alves Lopes igorsayjin@gmail.com Este artigo tem como objetivo compreender como a Natura, por meio do Programa Amazônia, contribui para o fortalecimento da Governança Ambiental Global (GAG) ao buscar cumprir o objetivo do Desenvolvimento Sustentável de Consumo e Produção Responsáveis (ODS 12). Para tanto, o artigo foi estruturado por meio da metodologia de estudo de caso, analisando os dados sob o ponto de vista do aparato conceitual da GAG. Dessa maneira, compreendeu-se que a Natura é um importante ator corporativo participante de ações que visam o cumprimento do ODS 12 - a qual, por meio do Programa Amazônia, incorpora práticas de consumo e produção responsáveis em suas práticas. Ademais, a Natura contribui para reforçar a GAG por meio de sua participação no Comitê Brasileiro do Pacto Global. 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/19551 Operación Cóndor, la configuración de poder en el Cono Sur y las violaciones de los Derechos Humanos 2019-09-26T03:20:48+00:00 Laura Luiza Costa lauura_luiza@hotmail.com <span lang="ES-AR">Este artículo aborda la Operación Cóndor, su contexto histórico y político internacional, la configuración de poder en una orden bipolar y las violaciones de Derechos Humanos que se pasaran en el período. Además, el artículo busca hacer revisiones sobre la importancia de órganos internacionales, principalmente en el ámbito de las Naciones Unidas y, más, específicamente el caso del Consejo de Derechos Humanos y otros tratados y declaraciones en protección de estas víctimas de las dictaduras latinoamericanas. </span> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/19578 Religião, liberdade e justiça: os fundamentalistas cristãos na contramão da liberdade religiosa 2019-09-26T03:23:15+00:00 Marco Túlio Souza Morais mtuliomorais96@outlook.com <p>O artigo atual tem como objetivo falar sobre o fundamentalismo cristão, com o intuito de mostrar como essa maneira de pensar e praticar o Cristianismo transgredem os Direitos Humanos e, especificamente, impõem limites sobre a liberdade religiosa de outras religiões. Neste contexto, propõe-se fazer uma discussão sobre justiça para que possamos entender os princípios dos Direitos Humanos, o que inclui entender o que é liberdade religiosa. Ele se trata de uma pesquisa interpretativa, ou seja, o mesmo faz uma interpretação das ideias que se referem ao fundamentalismo cristão, de modo a evidenciar como estão na contramão da liberdade religiosa.</p> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/19587 Hegemonia e crise: um estudo da posição dos EUA no sistema de Estados do século XXI 2019-09-26T03:25:21+00:00 Danielle Amaral Makio daniellemakio@gmail.com <span id="docs-internal-guid-f727f974-7fff-fdd3-b241-17bfd31202d1"><span>O presente trabalho objetiva testar as recentes afirmações que indicam a queda da posição hegemônica norteamericana no século XXI. Para tanto, será feita uma breve revisão bibliográfica acerca do conceito de hegemonia, fase que será seguida pela apresentação da proposta de Susan Strange acerca dos elementos de determinação hegemônica. Ao sobrepor estes a recentes notícias acerca de posicionamentos americanos e demais desdobramentos internacionais buscar-se-á, finalmente, elucidar a real situação atual da hegemonia dos EUA.</span></span> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/19589 Moldando a opinião pública: o papel da imprensa e dos pseudônimos de Rio Branco para a condução da política exterior do país (1902-1912) 2019-09-26T03:28:48+00:00 Lucas Freschi Sato lucas.freschi.sato@gmail.com <p dir="ltr"><span>O presente estudo visa compreender como o Barão do Rio Branco informava e moldava a opinião pública de sua época por meio da redação e veiculação de artigos anônimos e sob pseudônimos, os quais defendiam sua cosmovisão durante a década em que esteve à frente do Ministério das Relações Exteriores (1902-1912). Ainda pouco explorados nos meios acadêmicos, esses textos anônimos e as ideias reveladas sob pseudônimos são revestidos de capital importância ao desvelar com maior clareza as ideias de Rio Branco e evidenciar a maneira com que construíam, no imaginário coletivo, imagens acerca do Ministro, do Brasil e do Mundo, que fossem condizentes com os projetos e perspectivas do Barão. Através de pesquisa bibliográfica, histórica e da análise de conteúdo de discurso em fontes primárias, este estudo visa jogar luzes sobre o entendimento da opinião pública brasileira, da relação entre o estadista e a opinião e das relações de poder com a imprensa.</span></p><div><span><br /></span></div> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/19677 “Globalismo”: o discurso em política internacional sob a ideologia da nova extrema direita brasileira 2019-09-26T03:30:39+00:00 Lara Pontes Juvencio Pena larapontesjuvenciopena@gmail.com <p>Este trabalho se debruça sobre a utilização do termo Globalismo enquanto slogan político da nova extrema direita brasileira Bolsonarista. Para isso, buscamos seus significados por meio de teóricos do tema, assim como a ligação direta entre Globalismo e “Marxismo Cultural”. Logo, analisamos o surgimento e o uso do termo como parte da política de Donald Trump e do novo movimento político “Alt-Right”. Por fim, seguiremos o caminho do termo ao chegar ao Brasil, tendo como grandes propagadores do termo personagens como Olavo de Carvalho e Ernesto Araújo, todos parte importante do governo de Jair Bolsonaro. Analisaremos a instrumentalização do termo nos discursos de extrema direita por meio de artigos acadêmicos e livros, assim como por notícias diretamente relacionadas ao casos expressos.</p> 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/21230 Chamada de Artigos 2019-09-26T12:46:17+00:00 Revista Fronteira fronteira@gmail.com 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais http://periodicos.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/21232 Edição Completa 2019-09-26T15:19:13+00:00 Revista Fronteira fronteira@gmail.com Edição Completa 2019-09-10T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2019 Fronteira: revista de iniciação científica em Relações Internacionais