Estrutura espacial e mobilidade urbana: estudo sistêmico aplicado à Região Metropolitana de Goiânia

Palavras-chave: Estrutura espacial, Mobilidade urbana, Região Metropolitana de Goiânia, Análise sistêmica

Resumo

A dificuldade de se compreender a organização das cidades instiga a busca por descobrir uma lógica na dinâmica urbana de maneira mais abrangente e não fragmentada. Trazer o pensamento sistêmico para o urbanismo, ou seja, assumir as cidades enquanto sistemas complexos, oferece uma possibilidade de abordagem integral do espaço urbano. Neste trabalho, considera-se que a estrutura espacial da cidade é um macrossistema repleto de campos a serem investigados, buscando a compreensão das relações entre esses campos e suas interações com a cidade. A mobilidade urbana, enquanto uma das áreas de análise, é considerada um campo essencial para o entendimento da estrutura socioeconômica e espacial intraurbana, conectando pessoas ao território urbano. Esse estudo adota como base a análise sistêmica aplicada à mobilidade dentro do contexto da estrutura espacial urbana. Objetiva-se, para tal, identificar e analisar as relações entre a estrutura espacial e a mobilidade urbana na Região Metropolitana de Goiânia (RMG). A pesquisa é de natureza básica, exploratória, descritiva e baseada principalmente em análises quali-quantitativas. Adota-se o uso da análise espacial georreferenciada a partir de um modelo inferencial que busca expor a relação entre eixos escolhidos. O modelo adotado é o de autocorrelação espacial, construído a partir de uma análise exploratória para identificação de localizações atípicas (outliers) e padrões de associação espacial (clusters) por meio de mapas das variáveis em estudo. Como resultado da pesquisa, explora-se as relações existentes entre a estrutura espacial e a mobilidade urbana na RMG testando a hipótese de a teoria sistêmica ser uma ferramenta capaz de auxiliar na compreensão de relações urbanas.

Biografia do Autor

Yordana Dias das Neves Naciff, Universidade Federal de Goiás

Arquiteta e Urbanista pela Universidade Estadual de Goiás (2017). Especialista em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Brasileira de Educação e Cultura (2019). Mestrado Acadêmico em formação pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Cursando pós-graduação Master em Arquitetura e Lighting pelo Instituto de Pós-Graduação (IPOG). Desenvolve pesquisas relacionadas à mobilidade urbana e metropolitana, estrutura espacial, segregação urbana, espraiamento urbano, planejamento e gestão urbana, Região Metropolitana de Goiânia.

Erika Cristine Kneib, Universidade Federal de Goiás

Arquiteta Urbanista, Mestre e Doutora em Transportes. Desenvolveu pós-doutorado em mobilidade urbana, no Instituto Superior Técnico de Lisboa. Atua como professora/pesquisadora na Universidade Federal de Goiás, no curso de Arquitetura e Urbanismo e no Programa de Pós-Graduação Projeto e Cidade. Desenvolve pesquisas relacionadas à mobilidade urbana e metropolitana; planejamento na escala urbana e metropolitana; centralidades e transporte público coletivo.

Publicado
04-04-2020