Análise geográfica para a cidade de Arapiraca/AL sob a perspectiva dos indicadores de Vulnerabilidade Socioambiental

  • Juliete Santos Universidade Estadual de Alagoas-UNEAL
  • Leandro Antonio Oliveira Universidade Estadual de Alagoas-UNEAL
  • José Lidemberg de Sousa Lopes Universidade Estadual de Alagoas-UNEAL
Palavras-chave: Desenvolvimento Urbano; Sensibilidade; Vulnerabilidade.

Resumo

O presente trabalho busca levantar uma discussão referente à vulnerabilidade socioambiental em Arapiraca. Para a classificação da vulnerabilidade, utilizou-se como fonte os dados secundários, disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, Censos Demográficos – 2000 e 2010. O parâmetro metodológico utilizado teve como base as técnicas de aferimento de dados censitários, sobreposição cartográfica, trabalhos de campo e o Índice Final de Vulnerabilidade Socioambiental - IFVSA (IPEA, 2015) e Lopes (2013), com quem concordamos, quando diz, que ao analisar a vulnerabilidade socioambiental é importante que sejam verificadas questões ambientais e socioeconômicas pertinentes as ações exercidas na área de estudo. De tal modo, foram quantificados critérios e indicadores preestabelecidos para obter uma média aritmética, chegando ao resultado final para o IVSA. Com o intuito de dar suporte à metodologia adotada para o estudo da vulnerabilidade da cidade de Arapiraca/AL, utilizou-se também, o método de Adger (2006), no qual os indicadores são classificados em três critérios: exposição, sensibilidade e capacidade de resposta do meio. Foi possível concluir que as populações socialmente vulneráveis tendem a se localizar em áreas ambientalmente vulneráveis.

Biografia do Autor

Leandro Antonio Oliveira, Universidade Estadual de Alagoas-UNEAL

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Dinâmicas Territoriais e Cultura-ProdiC/UNEAL. Graduado em Geografia pela Universidade Estadual de Alagoas-UNEAL. Professor da rede pública estadual de ensino de Alagoas.

José Lidemberg de Sousa Lopes, Universidade Estadual de Alagoas-UNEAL

Doutor em Geografia pela Universidade Federal do Ceará. Professor assistente da Universidade Estadual de Alagoas - Campus V e do Programa de Pós-Graduação em Dinâmicas Territoriais e Cultura – ProDiC.

Publicado
05-10-2020