Panorama dos rompimentos de barragens de rejeito de minério no mundo

  • Matheus de Oliveira Reis UFMG
  • Ana Carolina Mayrinck Braga de Moura UFMG
  • Guilherme Eduardo Macedo Cota Universidade Federal de Minas Gerais
  • Antônio Pereira Magalhães Junior UFMG
Palavras-chave: Desastres ambientais, Mineração, Rompimento de barragens de rejeito

Resumo

A mineração é um dos mais importantes setores da economia mundial, exercendo grande impacto na evolução tecnológica da humanidade. O século XX foi um período decisivo para o setor, no qual a exploração mineral cresceu de forma substancial em termos internacionais. Paralelamente, houve um aumento do número de casos de rompimentos de barragens de rejeito de minério no mundo, inclusive no Brasil. Nesse sentido, o trabalho apresenta um panorama sobre eventos de rompimentos de barragens de rejeito entre os anos de 1910 e 2019. Os dados obtidos apontam para uma predominância de casos de rompimento ao longo das décadas de 1960, 1970 e 1980, além de uma transição da ocorrência destes eventos da Europa para a América do Sul e para a Ásia. É dada ênfase a quatro grandes incidentes: Aznalcóllar (Espanha, 1998), Mount Polley (Canadá, 2014), Fundão (Brasil, 2015) e Brumadinho (Brasil, 2019). O texto traz características da legislação minerária em cada um desses países associando com os eventos citados.

Biografia do Autor

Matheus de Oliveira Reis, UFMG

Graduando em Geografia pela UFMG

Ana Carolina Mayrinck Braga de Moura, UFMG

Graduanda em Geografia pela UFMG

Guilherme Eduardo Macedo Cota, Universidade Federal de Minas Gerais
Mestrando em Geografia e Análise Ambiental pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais.
Antônio Pereira Magalhães Junior, UFMG

Professor do Departamento de Geografia da UFMG

Publicado
05-04-2020