TIPOLOGIA DE ÁREAS ÚMIDAS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PANDEIROS EM MINAS GERAIS - BRASIL

Palavras-chave: Cerrado, Veredas, Chapada, Sensoriamento Remoto.

Resumo

As áreas úmidas são sistemas que desempenham funções consideradas importantes para o ambiente, com contribuições hidrológicas, biológicas, climáticas e sócio-econômicas. A degradação e/ou substituição dessas áreas por outras fitofisionomias de Cerrado acarretam muitos prejuízos ambientais, por isso a necessidade de identificação e monitoramento constante dessas áreas, além de estudos voltados para sua gênese e evolução. O sensoriamento remoto é uma técnica que possibilita compreender um pouco esse ecossistema, e auxilia, juntamente com as campanhas de campo, a identificar as alterações que esses ambientes vêm sofrendo. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi identificar e classificar os tipos de áreas úmidas presentes na bacia do rio Pandeiros, importante afluente do médio São Francisco. A metodologia utilizada consistiu na fotointerpretação com base em atributos das imagens WorldView-II de 1,20 metros de resolução espacial, tais como a tonalidade, textura, estrutura e localização geográfica, delimitação de suas áreas pelo processo manual de vetorização e classificação de suas tipologias com base na literatura. Como resultado foi identificado na bacia do rio Pandeiros a existência de áreas úmidas do tipo veredas, pântano, hidromorfismo no canal, AU relictual, AU artificial e AU de áreas inundáveis. As veredas, em particular, vêm sofrendo um processo de descaracterização devido à ocorrência da atividade antrópica instalada desde o seu processo de ocupação, além de estar em constante processo natural de evolução, devido acompanhar a evolução do relevo de chapadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariley Gonçalves Borges, Universidade Federal de Goiás

Graduada e Mestre em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES. Doutoranda em Geografia pela Universidade Federal de Goiás - UFG.

Luis Ricardo Fernandes da Costa, Universidade Estadual de Montes Claros

Professor do Departamento de Geociências e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES. Doutor em Geografia (2017) pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceará, com período sanduíche na Universidade de Cabo Verde - Uni-CV. É Licenciado (2012) e Mestre (2014) em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Publicado
07-03-2022