DIDÁTICAS DA GEOGRAFIA:

DE AGIR INSTRUMENTAL PARA AGIR COMUNICATIVO

Palavras-chave: Geografia escolar, Didática, Formação docente, Agir Comunicativo, Jurgen Habermas.

Resumo

Em perspectiva histórica, a didática da Geografia se revela como agir instrumental pela intencionalidade do ensino, mediante a execução de um plano e a eleição dos meios adequados pelo professor. Neste contexto, propõe-se uma didática do agir comunicativo cujo telos é a construção de entendimentos mediados por relações intersubjetivas. Para tanto, revisa-se a literatura pertinente sobre as geografias escolares progressistas e as geografias escolares críticas. Constata-se que estas didáticas se aproximam do modelo de racionalidade instrumental. Os caminhos abertos por uma pedagogia geográfica do agir orientado para o entendimento mútuo se revelam promissores para o desenvolvimento de princípios éticos e morais universais. Além disso, a autonomia e a emancipação humana e social são buscadas mediante a centralidade da situação ideal de fala.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosalvo Nobre Carneiro, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco

Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (UERN)

Publicado
07-03-2022