USO E COBERTURA DA TERRA NO TRÓPICO SEMIÁRIDO:

DA APROPRIAÇÃO AMBIENTAL ÀS FEIÇÕES DA DESERTIFICAÇÃO

Palavras-chave: Análise ambiental. Degradação. Geotecnologias. Indicador ambiental. Paisagem.

Resumo

Por meio deste estudo, objetivou discutir sobre o processo de mapeamento de uso e cobertura da terra, para analisar a evolução da pressão ambiental e fatores da desertificação no trópico semiárido, tendo como escala de análise o município de Canudos, localizado no estado da Bahia. O município encontra-se inserido na Área Susceptível à Desertificação (ASD) e possui condições climáticas de severidade, em função da quantidade de chuvas anuais, concentração pluviométrica e ocorrência periódica do fenômeno da seca. Realizou o mapeamento de uso e cobertura da terra em cinco décadas, nos anos de 1977, 1987, 1997, 2007 e 2017, pelo uso de imagens de sensores LANDSAT, que denotou a ampliação contínua de formas de degradação, como as de Solo exposto. A pressão ambiental decorre das atividades agropastoris, que substituem as formações vegetais da Caatinga, sobretudo em áreas da depressão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Israel de Oliveira Junior, Universidade do Estado da Bahia

Licenciado e Bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), mestre e doutor em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Desenvolve estudos no contexto da Geografia Ambiental, com ênfase em desertificação, análise integrada da paisagem, meio ambiente, sustentabilidade e gestão ambiental, nos quais utiliza as Geotecnologias. Professor Colaborador do Programa de Pós-graduação em Análise Ambiental e Gestão Sustentável do Território (PPAGT), da Universidade do Estao da Bahia (UNEB) - Campus XI

Anderson de Jesus Pereira, Universidade Estadual Paulista

Engenheiro Agrônomo, pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), mestrando pelo Programa de Pós-graduação em Agronomia - irrigação e Drenagem, pela Universidade Estudante Paulista (UNESP) - campus de Botucatu-SP. Desenvolve atividades de estágio na EMBRAPA Instrumentação, na unidade de São Carlos-SP. 

Barbara-Christine Marie Nentwig Silva, Universidade Federal da Bahia

Possui graduação em Geografia - Universität Freiburg (Albert-Ludwigs) / Alemanha (1967), graduação em Francês - Universität Freiburg (Albert-Ludwigs) (1967) e doutorado em Geografia - Universität Freiburg (Albert-Ludwigs) (1970). Aposentada como Professora Adjunta IV da Universidade Federal da Bahia. Foi professora colaboradora do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo/UFBA. Foi professora visitante da Universidade Estadual de Maringá/ PR e da Universidade Estadual Paulista/ Rio Claro/ SP. Foi durante muitos anos Bolsista de Produtividade em Pesquisa IB /CNPq. Atualmente é Professora Adjunta IV da Universidade Católica do Salvador (Programa de Pós-graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social), professora colaboradora da Universidade Federal da Bahia (Pós-graduação em Geografia) e da Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Sergipe. 

Publicado
23-03-2022