Aplicação do Índice da Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) à Análise Multitemporal da Dinâmica de Áreas Agrícolas no Alto Curso da Bacia do Rio Uberabinha, Minas Gerais Application of the (...)

  • Vanderlei de Oliveira Ferreira Universidade Federal de Uberlândia - UFU
  • Mirella Velluma Portilho Magalhães Universidade Federal de Uberlândia - UFU

Resumo

O mapeamento do uso do solo é essencial para acompanhamento do processo de reconstrução continuada da paisagem, sendo útil para definição de estratégias de utilização dos recursos naturais. O presente artigo relata pesquisa dedicada a inventariar e compreender a dinâmica do uso agrícola do solo sob uma perspectiva multitemporal (escala sazonal) no alto curso da bacia do rio Uberabinha, no Triângulo Mineiro, a montante da sede municipal de Uberlândia. Utilizou-se a técnica do NDVI (Normalized Difference Vegetation Index) devido à sua aptidão para levantamento de áreas agrícolas. O mapeamento foi elaborado por meio da interpretação visual, recorrendo-se às imagens do sensor LANDSAT 5 e ResourceSat-1, com a composição colorida 4R5G3B. Foi possível diferenciar os diversos estádios fenológicos da cobertura vegetal, percebendo situações de manejo e forma de ocupação do solo em diferentes épocas do ano. Observa-se, por exemplo, que não há recorrência ao pousio da terra entre uma cultura e outra. Os produtores adotam o método de plantio direto, intercalando culturas, além de forrageiras e leguminosas para melhorar a qualidade nutricional do solo.

Palavras chave: Mapeamento; Sensoriamento Remoto; Uso agrícola do solo; Escala sazonal.

Abstract

The mapping of the land use is essential for accompaniment of the reconstruction process continued of landscape, being useful for define strategies of utilization of the natural resources. This article reports the research dedicated to inventory and understand the dynamics of agricultural land use under a multitemporal perspective (seasonal scale) in the high course of the basin of the Uberabinha river, in the Triângulo Mineiro, the upstream of the municipal headquarters of Uberlândia. We used the technique of NDVI (Normalized Difference Vegetation Index) due to its aptitude for survey of agricultural areas. The mapping was prepared by visual interpretation, resorting to images of the sensor LANDSAT 5 and ResourceSat-1, with colorful makeup 4R5G3B. It was possible to differentiate the several phenological stages of the vegetation cover, realizing management situations and forms of land occupation in differents epochs of the year. It is observed that there is no recurrence to fallow of the land between one culture and another. The producers adopt the method of tillage, interspersing cultures, besides forages and legumes for improve the nutritional quality of the soil.

 

Keywords: Mapping; Remote Sensing; Agricultural land use; Seasonal scale.

 

Biografia do Autor

Vanderlei de Oliveira Ferreira, Universidade Federal de Uberlândia - UFU
É geógrafo, mestre e doutor em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Dedica-se ao ensino e pesquisa em áreas das Geociências, especialmente Climatologia, Hidrogeografia e Geocartografia. Participa de projetos de pesquisa com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). É professor adjunto da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), credenciado no Programa de Pós-Graduação em Geografia da mesma instituição.
Mirella Velluma Portilho Magalhães, Universidade Federal de Uberlândia - UFU
Graduada em Geografia (bacharelado e licenciatura), pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Foi membro do Laboratório de Cartografia e Sensoriamento Remoto do Instituto de Geografia (LACAR/UFU), por três anos. Foi estagiária em Geoprocessamento na Diretoria de Sustentabilidade Ambiental da Prefeitura Universitária - UFU. Foi bolsista de iniciação científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), por dois anos. Atua na área de Geografia Física, com ênfase em Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto.
Publicado
30-07-2015