Estratégias do capital na produção do espaço urbano: o processo de verticalização e as desigualdades socioespaciais em São Luís, Maranhão Strategies of capital in the production of urban space (...)

  • Luiz Eduardo Neves dos Santos Universidade Federal do Maranhão

Resumo

A compreensão das formas de produção do espaço urbano no município de São Luís, com ênfase no processo de urbanização, verticalização e desigualdades socioespaciais constitui o objetivo primacial deste artigo. De início, apresenta-se uma discussão sobre as contradições do espaço urbano e também sobre as categorias teóricas “verticalização” e “desigualdades socioespaciais”, para logo após se fazer uma breve abordagem sobre a produção do espaço urbano de São Luís. Por fim, o artigo faz uma abordagem analítica sobre as transformações decorrentes da produção do espaço urbano de São Luís pelas estratégias do capital a partir da interpretação crítica dos dados dos Censos de 2000 e 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, de dados relativos aos investimentos estatais na área da habitação e da sua legislação urbanística. A inserção dos empreendimentos verticais na cidade pela produção do espaço urbano e a consequente expansão da propriedade privada, aparecem como elementos de uma contradição fundamental, que separa grupos sociais dominantes de grupos sociais dominados em uma cidade visivelmente fragmentada e desigual.

Palavras-Chave: Espaço urbano; Verticalização; Desigualdades socioespaciais; Capital; São Luís.

 

Abstract

The Understanding the forms of production of urban space in São Luís, with emphasis on urbanization, socio-spatial inequalities and verticalization process is the substantial purpose of this article. At first, we present a discussion of the contradictions of urban space and also on the theoretical categories "vertical" and "socio-spatial inequalities", soon after making a brief overview on the production of urban space of São Luís. Finally, the article makes an analytical approach to changes resulting from the production of urban space of São Luís by the strategies of capital from the critical interpretation of the data of Census 2000 and 2010 the Brazilian Institute of Geography and Statistics – IBGE, data on state investments in housing and its planning legislation. The vertical integration of enterprises in the city for the production of urban space and the consequent expansion of private property, appear as elements of a fundamental contradiction which separates dominant social groups social groups dominated in a visibly fragmented and uneven city.

 

Keywords: Urban space; Verticalization; Socio-spatial inequalities; Capital; São Luís.

Biografia do Autor

Luiz Eduardo Neves dos Santos, Universidade Federal do Maranhão
Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Maranhão, Especialista em Geoprocessamento Aplicado ao Cadastro Multifinalitário pelo Centro de Desenvolvimento de Conhecimentos e Habilidades (CEDECON) e Mestre em Desenvolvimento Socioeconômico pela Universidade Federal do Maranhão. Atualmente ocupa o cargo de Professor Assistente A do Curso de Licenciatura em Ciências Humanas - Habilitação Geografia da Universidade Federal do Maranhão Campus de Grajaú sob o Regime de Dedicação Exclusiva. Possui experiência na área de Economia Urbana, Geografia Urbana e Cultural, atuando principalmente nos seguintes eixos temáticos: Produção do Espaço, Paisagem Urbana, Verticalização, Urbanização, Segregação Socioespacial, Toponímia Urbana, Cotidiano Urbano e Problemas Ambientais nas Cidades.
Publicado
30-07-2015