A Geografia da Escalada em Minas Gerais / The Geography of Climbing in Minas Gerais

  • Diego Contaldo de Lara Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Altino Barbosa Caldeira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Resumo

Nossa pesquisa surgiu com objetivo de realizar o inventário e mapeamento da Escalada em Minas Gerais. Essa atividade é uma prática mundial, antiga, mas que historicamente é recente em nosso estado. Para realização desta pesquisa, partimos do estudo de dados gerados pela Federação de Montanhismo e Escalada de Minas Gerais (FEMEMG) e de registros realizados por escaladores, clubes e entidades civis de escalada e montanhismo. Tais registros possuem grande valor geográfico. Porém, essas informações disponíveis não apresentam aprofundamento de análise que representem sínteses sobre o desenvolvimento e fluxo da atividade. Por meio das técnicas de geoprocessamento, trabalhos de campo, entrevistas, tratamento e espacialização dos dados disponíveis e outros que estão sendo coletados, pretendemos realizar a Geografia da Escalada em Minas Gerais.

Abstract

Nossa pesquisa surgiu com objetivo de realizar o inventário e mapeamento da Escalada em Minas Gerais. Essa atividade é uma prática mundial, antiga, mas que historicamente é recente em nosso estado. Para realização desta pesquisa, partimos do estudo de dados gerados pela Federação de Montanhismo e Escalada de Minas Gerais (FEMEMG) e de registros realizados por escaladores, clubes e entidades civis de escalada e montanhismo. Tais registros possuem grande valor geográfico. Porém, essas informações disponíveis não apresentam aprofundamento de análise que representem sínteses sobre o desenvolvimento e fluxo da atividade. Por meio das técnicas de geoprocessamento, trabalhos de campo, entrevistas, tratamento e espacialização dos dados disponíveis e outros que estão sendo coletados, pretendemos realizar a Geografia da Escalada em Minas Gerais.

 

Palavras–chave: Geografia. Escalada. Minas Gerais.

 

Abstract

Our research came with the purpose of carrying out the inventory, mapping and special analysis of the Climbing in Minas Gerais. This activity is a world practice, old but historically recent in our state. To carry out this research, we started with the study of data generated by the Federation of Mountaineering and Climbing of Minas Gerais (FEMEMG) and of records made by climbers, clubs and civil organizations of climbing and mountaineering. Such records have great geographical value. However, this available information does not present deep analysis that represents syntheses about the development and flow of the activity. Through the techniques of geoprocessing, fieldwork, interviews, treatment and spatialization of available data and from some others that are being collected, we intend to carry out the Geography of Climbing in Minas Gerais.

 

Keywords: Geography. Climbing. Minas Gerais

Biografia do Autor

Diego Contaldo de Lara, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Bacharel Licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Pós-graduado (Lato Sensu) em Estudos Ambientais, pela mesma Universidade. Mestrando em Geografia (Stricto Sensu) no Programa de Tratamento da Informação Espacial da PUC-Minas. Atua em projetos transdisciplinares e socioambientais. Coordenador de produções culturais e audiovisuais especialmente nas áreas socioambientais. Editor de vídeos e mídias digitais.

 
Altino Barbosa Caldeira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Altino Barbosa Caldeira possui graduação em Arquitetura pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, 1973), Especialização em Cultura e Arte Barroca, pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP,1988) e Representação do Espaço Arquitetônico, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas, 1994). Concluiu seu Doutorado (PhD) na Universidade de Sheffield (Inglaterra, 1997), com a tese "The conservation of historic cities and architectural heritage in Brazil, with particular reference to the state of Minas Gerais and the city of Mariana". Fez pós-doutorado na Universidade de Bolonha (Itália, 2006) onde participou de pesquisas sobre o uso de novas tecnologias na identificação, análise e representação dos espaços urbanos e regionais; O resultado deste trabalho foi publicado com o título I colore di Cesena e exposto no Palazzo Franchetti, de Veneza, em 2006. Atualmente, é Professor Adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, sendo responsável pela disciplina Geografia Cultural e Paisagem no Programa de Pós-graduação em Geografia/Tratamento da Informação Espacial. Na graduação em Arquitetura e urbanismo atua nas disciplinas Projeto de Intervenção no Ambiente Construído (que trata da preservação do patrimônio cultural) e Projeto de Paisagismo Urbano (que trata da proteção e preservação das áreas verdes). Sua experiência tem ênfase nos estudos sobre a origem e o desenvolvimento das cidades, com foco nas transformações decorrentes das atividades antrópicas sobre o meio ambiente. Desenvolveu pesquisas sobre o Mapeamento do Acervo Arquitetônico e Histórico da cidade de Mariana/MG, concebeu e elaborou o Atlas Digital dos Bens tombados pelo IPHAN em Minas Gerais (www.atlasdigitalmg.com.br) e o Mapeamento Interativo da Estrada Real, com o apoio da FAPEMIG, bem como o Sistema Gestor dos Bens móveis e imóveis tombados pelo IPHAN, com o apoio do CNPq. Suas atividades de pesquisa resultaram em publicações no Brasil e no exterior. Entre essas se encontram Tapetes de pedra/Stone Carpets (2010), que faz referencia à difusão do sistema de pavimentação dos espaços urbanos pelos vários países onde se deu a colonização portuguesa, Tetos do Brasil (2011), que mostra a evolução das manifestações artísticas nas coberturas das edificações ao longo da história e em diversas nações, do século XVI ao Século XXI. Escreveu também sobre os Museus do Brasil (2013), explorando as qualidades e os valores atribuídos à cultura regional em diferentes localidades brasileiras. No capítulo Cultura e Turismo da publicação Geografia Aplicada ao Turismo (2014), ressalta a importância da atratividade de cada ambiente, a partir das especificidades de seu clima, relevo e demais condições geográficas que tornaram o espaço natural ou construído, de algum modo, especial. Ministrou nos últimos anos, aulas sobre a Geografia Cultural e a Paisagem Brasileira nos cursos de pós-graduação em Geografia da PUC - Rio, PUC - SP, Universidade Nova de Lisboa e Universidade de Bolonha. Como arquiteto, atuou no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) onde desenvolveu atividades relacionadas à proteção, conservação e preservação dos bens tombados das cidades históricas de Minas Gerais, contribuindo com projetos de restauração e revitalização das áreas urbanas. Participou da elaboração do projeto arquitetônico da Biblioteca da pós-graduação da PUC-Minas (Biblioteca do Futuro). Tem atuado, ainda, como desenhista e pintor, realizando exposições cujo tema principal são as cidades.
Publicado
29-11-2016
Seção
ARTIGOS