Implicações pastorais da liberdade humana em Juan Luis Segundo

  • Vicente de Paula Ferreira Bolsista do PNPD/Capes na FAJE, Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia
Palavras-chave: Liberdade, kênosis, salvação, cristianismo.

Resumo

O artigo discute a questão da liberdade humana a partir de relevantes princípios da fé cristã numa época de vulnerabilidade antropológica, sobretudo na realidade latino-americana. Sustenta-se que o Cristianismo deve insistir em sua proposta de construção da fraternidade universal, apesar dos cenários marcados pelo egoísmo, reforçado pela exacerbação do poder e do dinheiro. Esta abordagem pressupõe a radical condição de ouvinte do mistério divino, revelado em Jesus Cristo, como caminho de plenitude da condição humana. A estrutura teórica da Teologia da Libertação, na visão de Juan Luis Segundo, em sua vasta tradição de defesa de uma fé que seja transformadora das realidades de injustiça, será o ponto de apoio para o presente texto. Será também objetivo mostrar que a salvação cristã necessariamente implica a kênosis de Jesus, isto é, Cristo “esvaziou em si mesmo” (Fl 2, 7), e em seu humilde despojamento, rompeu com os sistemas fechados do mundo, promovendo a inédita aventura de uma liberdade libertada: o amor ágape. Conclui-se que a práxis cristã pode ser entendida como cuidado cotidiano para com os mais pobres e profecia do perdão enquanto resgate da memória das vítimas de toda forma humana egoísta.

Biografia do Autor

Vicente de Paula Ferreira, Bolsista do PNPD/Capes na FAJE, Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia
Vicente de Paula Ferreira, doutor em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora, MG, bolsista do PNPD/Capes na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) e membro do grupo de pesquisa Interfaces da Antropologia na Teologia contemporânea, na mesma faculdade.
Publicado
2016-09-30
Como Citar
FERREIRA, V. DE P. Implicações pastorais da liberdade humana em Juan Luis Segundo. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 14, n. 43, p. 1064-1092, 30 set. 2016.
Seção
Artigos/Articles: Temática Livre/Free subject