O discurso missionário de Mt 10,5-16 e a eclesiologia missionária de Francisco

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Solange Maria do Carmo
Júnior Vasconcelos do Amaral

Resumo

O presente artigo se propõe a perceber na eclesiologia do Papa Francisco os elementos teológicos que fundamentam o envio missionário dos Doze presente no segundo discurso de Jesus conforme relato do Evangelho de Mateus. Para fins de estudo, primeiramente foi feito um recorte textual, delimitando Mt 10,5-16 dentro do discurso missionário (Mt 10,1-42). A organização da perícope, o sentido de suas principais palavras e sua mensagem final indicam o teor da missão dos Doze. Em seguida, alguns escritos de Francisco foram vasculhados, principalmente a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, no intuito de fazer um paralelo entre a missiologia do Papa argentino e a de Mateus. Como o primeiro evangelista, Francisco tem se mostrado grande defensor de uma igreja missionária. Ele envia os discípulos de hoje em missão. Deseja que a igreja esteja mergulhada nas realidades do mundo e que seus líderes e agentes de pastoral não tenham medo de se misturar às suas ovelhas. Uma Igreja que se arrisca, que não tem medo de errar, que sai de si, que se faz pobre para os pobres e que anuncia a paz: é isso que Francisco tem deixado como legado em todo seu pontificado e que já se encontra em germe no Evangelho de Mateus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
CARMO, S. M. DO; AMARAL, J. V. DO. O discurso missionário de Mt 10,5-16 e a eclesiologia missionária de Francisco. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 19, n. 59, p. 608, 31 ago. 2021.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Solange Maria do Carmo, PUC-Minas

Graduada em teologia (FAJE-BH), licenciada em filosofia (PUC-MInas), mestre em teologia (FAJE), doutora em teologia (FAJE), professora da pUC-MInas e do ISTA

Júnior Vasconcelos do Amaral, PUC Minas

Doutor em Teologia Bíblica pela FAJE e período Sanduíche em Louvain-la-Neuve, na Bélgica, com a Pesquisa sobre a Paixão de Jesus Cristo no Evangelho de Marcos e Narratologia Bíblica. Professor Adjunto do Departamento de Teologia do IFTDJ – PUC Minas. Pesquisas atuais: leitura psicanalítica e bíblia. Presbítero em Belo Horizonte.

Referências

AQUINO JÚNIOR, Francisco de. “Uma igreja pobre e para os pobres”: abordagem teológico-pastoral. Pistis & Praxis, Curitiba, v. 8, n. 3, p. 631-657, set./dez. 2016.
BARBAGLIO, Giuseppe; FABRIS, Rinaldo; MAGGIONI, Bruno. Os Evangelhos I. São Paulo: Loyola, 1990.
FOSSION, André. O Deus desejável. Proposição da fé e iniciação. São Paulo: Loyola, 2015.
FRANCISCO, papa. Fratelli Tutti: sobre a fraternidade e a amizade social. São Paulo: Paulus, 2020.
FRANCISCO, papa. Evangelii Gaudium: a alegria do evangelho. São Paulo: Paulinas, 2013.
FRANCISCO PAPA. A Igreja da misericórdia: minha visão para a Igreja (organização de Giuliano Vigini): São Paulo: Paralela, 2014.
MAZZAROLO, Isidoro et al. Evangelii Gaudium em Questão: Aspectos bíblicos, teológicos e pastorais. São Paulo: Paulinas, 2014. p. 195-275.
MIRANDA, Mário de França. A Igreja numa sociedade fragmentada. São Paulo: Loyola, 2006.
NAVARRO, Enrique Farfá. Gramática do hebraico bíblico. São Paulo: Loyola, 2010.
ORTIZ, Pedro. Dicionário do grego do Novo Testamento. São Paulo: Loyola, 2008.
SANDER, Hans-Joachim. O sinal dos tempos e o Deus que mora na cidade: sobre a topologia urbana da fé cristã. In: GMAINER-PRANZL, Franz: JACOBSEN, Eneida (Orgs.). Teologia pública: deslocamentos da teologia contemporânea. São Leopoldo: Sinodal/EST, 2015. p. 123-140. (TP 5).
SOBRINO, Jon. Ressurreição da verdadeira Igreja: Os pobres, lugar teológico da eclesiologia. São Paulo: Loyola, 1982.
SOULETIE, Jean-Louis. La crise, une chance pour la foi. Paris: Les Editions Ouvières, 2002.
VIVIANO, Benedict. T. O Evangelho segundo Mateus. In BROWN, Raymond; FITZMYER, Joseph; MURPHY, Roland. Novo Comentário do Novo Testamento São Jerônimo. Santo André/São Paulo: Paulus/Academia Cristã, 2011.