Relações de gênero e orientação sexual no currículo da disciplina de Ensino Religioso em escolas estaduais e municipais de Recife

Aurenéa Maria de Oliveira

Resumo


Esta pesquisa realizada em escolas públicas estaduais e municipais de Recife em Pernambuco por meio de projeto de iniciação científica que contou com o apoio da UFPE e do CNPq teve como objetivo, analisar no currículo da disciplina de Ensino Religioso (ER), o lugar que mulheres, especialmente as  com orientação sexual marginalizada como lésbicas, bissexuais e transexuais, ocupam. Para tal, trabalhamos com a metodologia da Análise de Discurso e com a Teoria do Discurso, procurando primeiro, identificar as principais ideologias que cercavam e envolviam o tema, para em seguida, localizar o discurso hegemônico ou os discursos hegemônicos que se afirmavam ao redor dele. Sendo assim, chegou-se à conclusão que abordagens sobre religião, gênero e diversidade sexual, que são expressas no cotidiano das salas de aula, não são, no entanto, levantadas no componente disciplinar examinado devido à ausência de um currículo que possa auxiliar docentes por meio de atividades propostas e conteúdos pragmáticos que estimulem o surgimento de pontos a serem considerados, negociados e correlacionados às temáticas em questão. Sendo assim, as dificuldades em se dialogar acerca da orientação sexual e homossexualidade de modo geral, e especificamente, no caso feminino, são grandes na disciplina de ER nas escolas pesquisadas.

 


Palavras-chave


Ensino Religioso; Gênero; Orientação Sexual; Currículo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2175-5841.2015v13n39p1510

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: