Religiosidade afroindígena e natureza na Amazônia (Afroindigenous Religiosity and Nature in the Brazilian Amazon ) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2013v11n30p476

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Agenor Sarraf Pacheco

Resumo

A Amazônia constituiu-se, ao longo de sua formação histórica e sociocultural, em importante território de crenças em saberes de cura que expressam interculturalidades entre humanos e sobrenaturais. Nas fronteiras que separam e interligam o período colonial e os tempos contemporâneos, fios de memórias escritas e orais trazem à tona experiências em que religiosidades nativas, coloniais e diaspóricas se conformam em profunda bricolagem com a natureza, erigindo um panteão de divindades afroindígenas na região. Neste artigo, sob a orientação teórica dos Estudos Culturais, do Pensamento Pós-Colonial e da Antropologia das Religiões, exploramos diálogos realizados com memórias de um pai de santo, um curandeiro, uma irmã consagrada e uma “pajé”, além de percepções de um sacerdote católico e escritos de uma outra pajé. A análise dessas fontes evidencia que crenças em saberes de cura, aspectos constituintes das cosmologias afroindígenas, traduzem modos específicos com os quais populações amazônicas, com destaque para a Amazônia Marajoara, lidam com encantados, espíritos, santos, orixás em seu fazer religioso. Por esse ângulo, a cultura é apreendida como território de experiências intersticiais e a natureza se refaz como paisagem cultural, pois sofre intervenções e interfere na configuração do sistema religioso local.

Palavras-chave: Saberes de Cura. Natureza. Afroindígena. Interculturalidade. Amazônia Marajoara.

 

Abstract

The Amazon has been constituted, throughout its historical and socio-cultural formation, in an important area of beliefs towards healing knowledges that express interculturalism between the humans and the supernatural. Within the borders that separate and connect the colonial and contemporary times, written and oral memories bring up experiences where the native, colonial and diasporic religiosity configure themselves into a deep tinkering with nature and erect a pantheon of Afroindigenous deities in the region. In this article, under the theoretical guidance of Cultural Studies, Postcolonial Thought and Anthropology of Religions, we explore dialogues conducted with memories of a saint father, a medicine man, a Catholic nun and a “Pajé” (a female shaman or witch-doctor), besides the perceptions of a Catholic priest and writings of another female Shaman. The analysis of these sources shows that beliefs in healing knowledges, constituent aspects of Afro-indigenous cosmologies, translate specific modes with which Amazonian populations, especially the Marajoara Amazon ones, deal with enchanted beings, spirits, saints, African orishas in their religious practices. From this perspective, culture is perceived as a territory of interstitial experiences and nature is remade as a cultural landscape, once it suffers interventions and also interferes within the local religious system configuration.

Keywords: Healing Knowledges. Nature. Afroindigenous. Interculturalism. Marajoara Amazon.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
PACHECO, A. S. Religiosidade afroindígena e natureza na Amazônia (Afroindigenous Religiosity and Nature in the Brazilian Amazon ) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2013v11n30p476. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 11, n. 30, p. 476-508, 27 jun. 2013.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Agenor Sarraf Pacheco, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

Doutor em História Social pela PUC-SP, professor Adjunto II da Universidade Federal do Pará (UFPA), lotado no Instituto de Ciências da Arte (ICA), vinculado à Faculdade de Artes (FAV), ao Curso de Museologia e aos Programas de Pós-Graduação em Artes (PPGArtes) e Antropologia (PPGA). Atualmente dirige o Arquivo Público do Estado do Pará (APEP). Atua especialmente nos temas: História Oral, Memória, Patrimônio, Imaginário, Imagens, Cidade-Floresta, Culturas Afroindígenas, História e Saber Local, Identidades, Cosmologias, Religiosidades, Interculturalidades, Tradições Orais e Letradas. Contato: agenorsarraf@uol.com.br