A experiência religiosa pós-moderna e o fenômeno da aceleração em comparação com as temporalidades pré-moderna e moderna

Main Article Content

Helmut Renders

Resumo

A modernidade tardia é caracterizada por processos da aceleração tecnológica, das mudanças sociais e do ritmo de vida. Estas transformações das estruturas temporais levam não somente a uma reestruturação da vida cotidiana profissional e privada, das estruturas econômicas e das políticas públicas, mas, também da vida e experiência religiosa. O artigo parte da compreensão de uma dinâmica interação entre a experiência religiosa e seu respectivo contexto temporal. Para isso compara tipos de experiência religiosa com características das temporalidades da antiguidade, modernidade e modernidade tardia. Na antiguidade favoreciam-se experiências religiosas capaz de lidar com a ordem imutável de todas as coisas, por exemplo, a abnegação. Na modernidade popularizaram-se metáforas religiosas processuais que ainda abrangiam todo o ciclo da vida em perspectiva pessoal, porém, ainda comunitária, como é o caso da categoria “ordo salutis” ou da metáfora “caminho da salvação”. Já ao processo da aceleração do tempo na modernidade tardia parece corresponder a ênfase em experiências instantâneas, e de plenitudes emocionalmente sentidas, como é o caso de experiências extáticas em geral e do “batismo no Espírito Santo” em especial.

 

Article Details

Como Citar
RENDERS, H. A experiência religiosa pós-moderna e o fenômeno da aceleração em comparação com as temporalidades pré-moderna e moderna. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 13, n. 37, p. 428-445, 2 abr. 2015.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Helmut Renders, Universidade Metodista de São Paulo; Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião e da Faculdade de Teologia

Graduação em teologia - Theologisches Seminar der Evangelisch-methodistischen Kirche in Deutschland (RFA, 1987 / convalidado pela Universidade Metodista de São Paulo [Umesp] em 2001) e curso de hebraico - Kirchliche Hochschule Wuppertal (RFA, 1984). Doctor of Ministry - Wesley Seminary Washington, DC (EUA, 1998). Lato Sensu em Ciências da Religião - Umesp (BRA, 2003). Iniciou em 2003 um mestrado em Ciências da Religião (Umesp, BRA), na qualificação transformado em doutorado direto (2004), Doutorado em Ciências da Religião - Umesp (BRA, 2006). Pós-doutorado em Ciência da Religião - Universidade Federal de Juiz de Fora [UFJF] (BRA, 2012). É professor associado da Universidade Metodista de São Paulo, do Programa da Pós-graduação em Ciências da Religão e da Faculudade de Teologia (Graduação), coordenador da Editeo (Editora da FaTeo / Umesp), editor da revista científica Caminhando (impressa e on-line; FaTeo / Umesp, Qualis B2) e secretário do Centro de Estudos Wesleyanos (FaTeo / Umesp). Na Universidade é integrante da Comissão de Ética e da Comissão de Publicações. Tem experiência na área da Teologia e Ciências de Religião e concentra sua pesquisa nas linguagens da religião e suas expressões simbólicas, narrativas, rituais, doutrinais e éticas.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/9348720483251408

Repositório digital de textos: https://metodista.academia.edu/HelmutRenders