Perspectiva pós-religional e Budismo secular: Stephen Batchelor e a religião pós-metafísica

Leandro Durazzo

Resumo


Este texto pretende apresentar uma das tendências contemporâneas que o budismo vem assumindo ao longo das últimas décadas, sobretudo no Ocidente, em face às mudanças trazidas a cabo pelo contexto globalizado e dinâmico das sociedades atuais. Tal tendência, a progressiva secularização de suas tradições e práticas, bem como a abertura à crítica e à refutação histórico-bibliográfica, ganha aqui seu catalisador na pessoa de Stephen Batchelor, renomado estudioso budista, ex-monge em diferentes ordens tradicionais – nomeadamente a tibetana e o zen da Coreia - e um dos mais destacados defensores da perspectiva secular do budismo contemporâneo. Buscaremos, ao longo desta comunicação, indicar o diálogo potencial que o budismo secular - e as perspectivas secularizantes sobre as tradições culturais ortodoxas – apresenta com relação à temática pós-religional, como enunciada pela Associação Ecumênica de Teólogos do Terceiro Mundo e por Marià Corbí. Recorremos, para tal, a referências hermenêuticas modernizadoras e seculares da prática do Dharma, como advogada por Batchelor, entre outros.


Palavras-chave


budismo contemporâneo; budismo secular; secularização; Dharma; prática religiosa;

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2175-5841.2015v13n37p592

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: