A Teologia do Direito Matrimonial nas Alocuções de Bento XVI ao Tribunal da Rota romano

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Denilson Geraldo

Resumo

O discurso do Pontífice à Rota Romana abre a cada ano os trabalhos deste Tribunal Apostólico e é aguardado com expectativa pelos envolvidos na ação judiciária da Igreja, tornando-se uma referência para todos os tribunais eclesiásticos. Bento XVI reflete sobre a família na perspectiva jurídica, mas fundamenta seu pensamento na teologia e na filosofia com abertura para a antropologia. Dividido em três grupos, o artigo tem a finalidade de expor o pensamento de Bento XVI sobre a ação dos tribunais e a direta contribuição que exercem sobre a teologia do matrimônio, considera a questão da hermenêutica canônica na mesma linha da reflexão teológica sobre a hermenêutica de continuidade que marcou o Concílio Vaticano II e reconhece a família como uma instituição divina e inscrita na natureza humana. A metodologia utilizada foi o contato direto com os textos publicados no periódico semanal da Santa Sé e a conclusão do trabalho é que Bento XVI elabora uma teologia do direito matrimonial aberta ao diálogo, aos desafios da cultura atual, alicerçada na natureza humana e no sacramento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
GERALDO, D. A Teologia do Direito Matrimonial nas Alocuções de Bento XVI ao Tribunal da Rota romano. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 13, n. 38, p. 1103-1121, 3 jul. 2015.
Seção
Artigos/Articles: Temática Livre/Free subject
Biografia do Autor

Denilson Geraldo, Pontifícia Universidade de São Paulo

Professor do programa de pós-graduação da PUC-SP, Doutor em Direito Canônico pela Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma, integra a Sociedade Brasileira de Canonistas. Autor dos livros Metodologia Jurídica Canônica (Santuário, 2010), O Processo de Admissão à Vida Consagrada (Biblos, 2010) e A vida consagrada no Código de Direito Canônico (2012).