“Perto do céu... numa nave espacial”: reforma devocional e turismo religioso no Santuário do Lima (Patu-RN, 1936-1979)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Magno Francisco de Jesus Santos

Resumo

O Santuário do Lima é o mais antigo centro de romaria do Rio Grande do Norte. Edificada no dia 29 de janeiro de 1758, a pequena ermida devotada a Nossa Senhora dos Impossíveis, no alto da Serra do Lima, em Patu, tornou-se um importante ponto de convergência de romeiros. A partir de 1921, o santuário foi entregue aos Missionários da Sagrada Família, vindos da Holanda e que se responsabilizaram pela reestruturação do santuário e pela orientação das práticas devocionais. O propósito deste artigo é compreender as ações de reforma devocional e os usos do Santuário do Lima como um atrativo turístico. A partir dos registros publicados em jornais católicos e leigos, foi realizada a análise da construção de representações sobre o espaço religioso no âmbito da Diocese de Mossoró e do poder público estadual. Com isso, percebe-se a confluência entre as orientações das práticas devocionais das camadas populares e a edificação de um discurso imagético como atrativo para turistas e romeiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SANTOS, M. F. DE J. “Perto do céu... numa nave espacial”: reforma devocional e turismo religioso no Santuário do Lima (Patu-RN, 1936-1979). HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 16, n. 49, p. 107-135, 30 abr. 2018.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Magno Francisco de Jesus Santos, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professor Adjunto do Departamento de História e dos Programas de Pós-Graduação em História e Ensino de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Doutor em História pela UFF. Desenvolve pesquisas sobre religiosidades, festas e devoção.