O caminho estreito e o caminho largo de Hieronymus Wierix do ano 1619: uma leitura panofskiana de uma gravura da reforma católica

Helmut Renders

Resumo


O artigo apresenta e interpreta a gravura De smalle en de brede Weg (o caminho estreito e o caminho largo) de Hieronymus Wierix, criada no ano de 1619 na cidade de Antuérpia, já sob domínio espanhol. O objetivo é analisar uma expressão da cultura visual religiosa católica que influenciou as Américas e o Brasil colônia e que inspirou a cultura visual evangélica brasileira, no caso, mediante a xilogravura de Charlotte Reihlen no século 19. Como método aplicam-se os três passos de interpretação de arte religiosa renascentista propostos por Ernst Panofsky, a descrição pré-iconográfica, a análise iconográfica e a interpretação iconológica. Espera-se enriquecer a compreensão da cultura visual religiosa na América Latina e no Brasil, inclusive em sua transconfessionalidade, investigando seu rico fundo imaginário. 


Palavras-chave


Linguagens religiosas; o caminho largo e estreito; Hieronymus Wierix

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2175-5841.2018v16n50p750-779

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: