Peregrinação e santuário: reflexões teológicas na Bíblia hebraica

Main Article Content

Resumo

Um dos principais antecedentes históricos e religiosos para a prática contemporânea do turismo religioso é a peregrinação. De fato, a prática milenar da peregrinação se destaca particularmente na tradição judaica. O presente artigo objetiva explorar os contornos teológicos da peregrinação no contexto da Bíblia hebraica, mais especificamente nos livros de Gênesis, Êxodo e Salmos. Para tanto, o estudo se vale de uma metodologia bibliográfica que leva em conta, para a sua reflexão, os conceitos de tempo, espaço e liminaridade. Nesse sentido, o artigo inicia com a identificação de padrões de peregrinação nas narrativas patriarcais de Gênesis. Em seguida, o estudo explora o paradigma da peregrinação na narrativa de Êxodo. Finalmente, o artigo discute as festas de peregrinação e o uso litúrgico de Salmos. As conclusões do presente estudo destacam a qualidade espiritual da peregrinação na tradição judaica, cujo clímax é a experiência religiosa de Deus no templo. De forma mais abrangente, a tradição teológica da peregrinação na Bíblia hebraica serve de base para a experiência espiritual contemporânea, onde a vida como um todo é interpretada em termos de peregrinação.

Article Details

Como Citar
RODRIGUES, A. M. Peregrinação e santuário: reflexões teológicas na Bíblia hebraica. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 17, n. 52, p. 271-299, 30 abr. 2019.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Adriani Milli Rodrigues

Doutor em Teologia pela Andrews University (EUA). Mestre em Ciências da Religião pela UMESP. Professor de Teologia Sistemática no UNASP (Engenheiro Coelho-SP).