Políticas Editoriais

Foco e Escopo

INTERAÇÕES, periódico científico editado pelo Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião, do Departamento de Ciências da Religião da PUC Minas, tem por missão a difusão de estudos relativos à área de Ciências da Religião e Teologia e áreas afins aos estudos da religião. 

Objetivos:

a)      Ser instrumento de debate interdisciplinar entre pesquisadores/as nacionais e internacionais da área de Ciências da Religião e Teologia, visando socializar os conhecimentos adquiridos e contribuir para a consolidação desse campo de estudos da religião.

b)     Divulgar, preservando o rigor e a qualidade, a produção intelectual de pesquisadores/as, docentes e discentes de pós-graduação da área e áreas afins. 

c)      Estimular, promover e contribuir com o desenvolvimento do intercâmbio da produção científica da área de Ciências da Religião e Teologia no âmbito nacional e internacional.

Público Alvo:

INTERAÇÕES é um periódico científico de natureza interdisciplinar e tem como público-alvo pesquisadores, docentes e discentes de pós-graduação da área de Ciências da Religião e Teologia e áreas afins ao campo de estudos da religião.

Idiomas:

INTERAÇÕES acolhe contribuições em português, espanhol, francês, italiano e inglês.

Subáreas de conhecimento:

INTERAÇÕES  publica trabalhos das disciplinas Ciências da Religião e Teologia os quais devem estar identificados dentre uma das subáreas de conhecimento, a saber: Epistemologia das Ciências da Religião; Ciência da Religião Aplicada; Ciências Empíricas da Religião; História das teologias e religiões; Teologia prática; Teologia fundamental-sistemática; Ciências da linguagem religiosa; Tradições e escrituras sagradas.

As Palavras-chave devem incluir, necessariamente, a disciplina básica (Ciências da Religião ou Teologia) e umas das subáreas do conhecimento acima descritas. Para identificar os temas correlatos, os autores/as podem acessar o documento de área, disponível na página da área na Capes em http://www.capes.gov.br/pt/avaliacao/sobre-as-areas-de-avaliacao/74-dav/caa2/4643-teologia

INTERAÇÕES publica trabalhos do tipo pesquisa teórica, pesquisa aplicada, pesquisa de campo, pesquisa documental, entrevista, pesquisa histórica, revisão de literatura, pesquisa empírica de campo, análise de caso, pesquisa bibliográfica, pesquisa fenomenológica, etc. 


 

Políticas de Seção

DOSSIÊ

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

ARTIGOS

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DEBATES E COMUNICAÇÕES

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

RESENHAS

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

EDITORIAL

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

In Memoriam

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

O GOLPE CIVIL-MILITAR DE 1964 E AS RELIGIÕES NO BRASIL

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ PSICOLOGIA E RELIGIÃO

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ EDUCAÇÃO E RELIGIÃO

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ CONCÍLIO VATICANO II: Recuos e perspectivas

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ FILOSOFIA DA RELIGIÃO (I)

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ FILOSOFIA DA RELIGIÃO (II)

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Filosofia e Religião

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ GEOGRAFIA DA RELIGIÃO – nova abordagem (II)

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Geografia da Religião - nova abordagem (I)

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ LITERATURA E RELIGIÃO

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Religião e Religiosidade: O Olhar Antropológico

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Religião, Política e Sociedade

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ TEOLOGIA SISTEMÁTICA E BÍBLIA

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Ações Comunitárias

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Educação e contexto

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Livros - Tradução

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Livros

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

FLUXOGRAMA

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

BAKHTIN E A EUCARISTIA

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Na política de avaliação da INTERAÇÕES, o autor será comunicado do recebimento de sua colaboração no prazo de até quinze dias úteis.

Os trabalhos recebidos serão apreciados inicialmente pelos Editores.

Serão avaliados o atendimento a todas as  condições de submissão, a veracidade dos dados de autoria e coautoria, a existência de plágio ou autoplágio utilizando-se de sites de busca especializados e a verificação de originalidade e ineditismo da publicação em até trinta dias.

Se seguirem as normas da revista, os trabalhos submetidos serão encaminhados à avaliação de dois ou mais membros do Conselho Consultivo ou pareceristas ad hoc, com reconhecida competência na área de conhecimento, com garantia de sigilo e anonimato tanto do autor/a quanto do parecerista (double-blind review).

O prazo para resposta definitiva ao autor/a do trabalho submetido à avaliação é de até trinta dias úteis, contados a partir do encerramento do processo de avaliação por pares.

Os autores/as receberão a decisão de publicação ou não de seus textos e, se for o caso, a data provável de publicação. Cada volume de INTERAÇÕES terá o mínimo de dezoito e o máximo de vinte trabalhos.

Os pareceres serão referendados pelo Conselho Editorial e comunicados imediatamente ao autor/a.

Em caso de controvérsia, quando os/as consultores/as divergem sobre a decisão final, caberá ao Conselho editorial decidir pelo resultado final, podendo indicar uma terceira avaliação cega.

O autor/a que tiver seu trabalho aceito deve apresentar autorização expressa de publicação, cujo modelo será enviado pela revista.

Se o texto for aceito para publicação, a revista permite-se introduzir ajustes de formatação e de editoração para viabilizar o processo de publicação.

As propostas aprovadas com restrições pontuais serão encaminhadas novamente aos autores para reformulação. O encaminhamento da versão modificada deverá ser feito no prazo máximo de quinze dias após o recebimento da notificação. O autor/a deverá incluir uma carta ao editor, esclarecendo as modificações feitas e justificando aquelas que não julgar pertinentes. As alterações deverão estar em vermelho. Caso as modificações não atendam às solicitações feitas pelos pareceristas, a Comissão Editorial reserva-se o direito de recusá-las.

Os textos recusados poderão ser reapresentados após uma reformulação substancial, conforme indicações dos pareceristas, no prazo posterior mínimo de noventa dias úteis. Nesse caso, poderão ser novamente encaminhados aos mesmos pareceristas que os avaliaram anteriormente.

INTERAÇÕES procura ter como procedimento padrão fazer a melhor edição e preparação de texto dos trabalhos já aceitos, reservando-se o direito de entrar novamente em contato com os autores para resolver dúvidas e apresentar sugestões, visando maior clareza e coerência na exposição das ideias, sempre que julgar necessário. Modificações de estrutura ou conteúdo só serão incorporadas mediante concordância dos autores.

Reserva-se a decisão final ao corpo de editores sobre a publicação ou não do texto submetido, levando-se em consideração o processo avaliativo.

Os prazos acima mencionados estão sujeitos à disponibilidade da consultoria ad hoc.

 

Periodicidade

Os itens da revista serão publicados coletivamente, ao final de cada intervalo semestral compreendido entre janeiro-junho e julho-dezembro.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Ficha Catalográfica

Elaborada pela Biblioteca da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

 

I61                 Interações -  v. 8, n. 14 (2013-     ). – Belo Horizonte: PUC Minas, 2013-    .

v.

 

Semestral

ISSN 1983-2478 - versão eletrônica

ISSN 1809-8479 - versão impressa.

Anteriormente editada pela Universidade Católica de Uberlândia (v. 1, n. 1, 2006-v.8, n. 13, 2013)

 

1. Teologia - Periódicos. I. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Departamento de Ciências da Religião.

CDU: 2(05)

 

 

Histórico da Revista

INTERAÇÕES é uma publicação semestral do Departamento de Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas).

Fundada em 2006, a revista esteve inicialmente a cargo da Faculdade Católica de Uberlândia (v.1 n. 1, 2006 – v. 8. n. 13, 2013). O periódico já foi publicado nas versões impressa e eletrônica até 2012, passando a ter apenas versão eletrônica a partir de 2013.

Desde 2013 (v. 8, n. 14), INTERAÕES está sob responsabilidade editorial do Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião (PPGCR PUC Minas).

Em seu corpo editorial, a publicação conta com um editor-gerente que é docente-pesquisador do PPGCR PUC Minas, e com editores-associados, sendo estes discentes do Curso de Doutorado em estágio de docência. Entre os membros de seu corpo consultivo, INTERAÇÕES conta com pesquisadores e pesquisadoras do vasto campo de estudos da religião no país e no exterior.

A revista está indexada em agências nacionais e internacionais e também está presente em repositórios: REDALYC, LATINDEX, PKP (Public Knowledge Project)/ Open Archives Harvester, DOAJ (Directory of Open Acess Journals), PORTAL DE PERIÓDICOS DA CAPES, SUMÁRIOS.org.

O periódico está avaliado com o Qualis CAPES B1 na área Ciências da Religião e Teologia. A publicação colabora, desta forma, com a consolidação desta área de conhecimento ao receber a produção bibliográfica e técnica de docentes, discentes, mestres e doutores, individualmente ou em coautoria, desta área ou de áreas afins aos estudos da religião.

Em seu histórico, INTERAÇÕES se concentra prioritariamente na área de conhecimento de Ciências da Religião, mas também recebe trabalhos de Teologia, Filosofia da Religião, Ciências Sociais da Religião e áreas afins aos estudos da religião, segundo as subáreas da árvore do conhecimento de Ciências da Religião e Teologia, a saber:

  • Ciência da religião aplicada;
  • Ciências da linguagem religiosa;
  • Ciências empíricas da religião;
  • Epistemologia das ciências da religião;
  • História das teologias e religiões;
  • Teologia fundamental-sistemática;
  • Teologia prática;
  • Tradições e escrituras sagradas.

Cada número de INTERAÇÕES é composto das seguintes seções:

  • Dossiê (artigos científicos sobre um tema específico da área ou subáreas de Ciências da Religião e Teologia);
  • Artigos (artigos científicos sobre temática livre concernente à área);
  • Debates e Comunicações (comunicações científicas, relatórios de pesquisa (versão sintética), entrevistas, ensaios, traduções e relatos de eventos da área);
  • Resenhas (revisão crítica de obra publicada na área).

 

Ficha de avaliação

FICHA DE AVALIAÇÃO DE ARTIGOS ORIGINAIS PARA A REVISTA

Título do artigo:

1. O tema do artigo é relevante para a revista Interações? (   ) Sim (   ) Não

2. O artigo contém ideias novas e originais?  (   ) Sim (   ) Não

3. As interpretações e as conclusões são justificadas com dados e são consistentes com os objetivos? (   ) Sim (   ) Não

4. Considera que o tema e o enfoque do trabalho são pertinentes para o momento em que foi escrito? (   ) Sim (   ) Não

5. O artigo traz material coerente e confiável no que tange o manejo de conceitos, teorias, dados e procedimentos? (   ) Sim (   ) Não

  • Se a resposta a algum dos pontos anteriores foi negativa, por gentileza, argumente claramente sobre os motivos:

 

  • Se a resposta aos pontos anteriores foi positiva, por gentileza, continue nos seguintes:

6. O título reflete claramente o conteúdo?

(   ) Totalmente (   ) Muito Bem (   ) Pouco (   ) Nada

7. O resumo traz informações suficientes e claras sobre o conteúdo do artigo?

(   ) Totalmente (   ) Muito Bem (   ) Pouco (   ) Nada

8. As palavras-chave são adequadas?

(   ) Totalmente (   ) Muito Bem (   ) Pouco (   ) Nada

9. As citações e referências se adequam às normas da ABNT?

(   ) Totalmente (   ) Muito Bem (   ) Pouco (   ) Nada

10. A organização do artigo se adequa ao perfil da revista?

(   ) Totalmente (   ) Muito Bem (   ) Pouco (   ) Nada

11. O artigo descreve e informa sobre os materiais utilizados?

(   ) Totalmente (   ) Muito Bem (   ) Pouco (   ) Nada

12. Os resultados se apresentam claramente?

(   )Totalmente (   )Muito Bem (   ) Pouco (   )Nada

13. A discussão e as conclusões são consistentes com os resultados?

(   )Totalmente (   )Muito Bem (   ) Pouco (   )Nada

 

  • Levando em conta a qualificação da revista Interações o artigo pode ser:

 

Aceito para a publicação sem modificações (   )

Aceito para a publicação com modificações menores (   )

Aceito para a publicação com modificações maiores (   )

Rejeitado (   )

 

Correções propostas e comentários do consultor/a:

 

 

 

Código de ética e boas práticas editoriais

INTERAÇÕES considera que é fundamental a atenção a princípios éticos no processo editorial. No checklist são verificados a originalidade e ineditismo do texto, a existência de plágio e autoplágio bem como a veracidade dos dados informados e assumidos na submissão.

Dentre os valores éticos, resguardam-se a verdade, coerência e honestidade, a autonomia e a liberdade acadêmicas de autores/as e avaliadores/as. Postula-se o direito e o dever da existência de debate acadêmico sobre avaliações, observações e críticas aos textos.

Todas as pessoas envolvidas no processo editorial devem primar por estrito rigor acadêmico, bem por valores da gentileza, cordialidade e do respeito mútuo.

Os elementos éticos de publicação em INTERAÇÕES estão presentes em “Condições para submissão” e em “Processo de Avaliação pelos Pares”. Além disso, a revista expressa sua ética de publicação na “Declaração de Direito Autoral” e através da “Licença Creative Commons”.

INTERAÇÕES se utiliza para a correção de problemas éticos de artigo científico ou texto publicado, por exemplo, plágio e problemas de autoria ou de não originalidade, a forma da "Retratação". A norma de INTERAÇÕES, segundo esse modelo, é apresentar o texto da retratação pelos responsáveis, com os seus motivos e, em seguida, o texto original completo, mantendo-se a mesma distribuição das páginas e, no sumário, iniciar o título com a expressão “[Artigo Retratado]”. O PDF do artigo deverá ter marcas em segundo plano com a expressão “Artigo retratado”. Esse processo deverá passar pela equipe de editores, a Comissão Editorial e a chancela de pelo menos três membros do Conselho Editorial.

 

RESPONSABILIDADES DOS AUTORES

 

- Informar os dados corretos de identificação, filiação institucional, ORCID e registro na Plataforma Lattes;

- Informar a instituição financiadora da pesquisa (agências de fomento e/ou IES);

- Não falsificar e construir dados, manipular citações, informações ou dados, prezando pelo registro correto dessas informações e fontes;

- Não praticar plágio nem autoplágio bem como não manipular citações com objetivo de promover fator de impacto;

- Assumir postura ética e responsável quanto ao conteúdo apresentado;

- Assegurar ineditismo e originalidade do trabalho;

- Identificar corretamente os dados de autores/as e coautores/as.

- Informar conflitos de interesses, quando houver;

- Manter-se à disposição para corrigir o trabalho segundo orientações dos consultores/as, quando necessário.

 

RESPONSABILIDADES DOS EDITORES E DOS CONSELHEIROS EDITORIAIS

 

- Assegurar a confidencialidade e sigilo de autores/as e avaliadores/as

- Assegurar o conteúdo editorial e a qualidade da edição do periódico;

- Assegurar o acesso aberto e gratuito da publicação do conhecimento científico difundido através do periódico;

- Identificar e informar possíveis conflitos de interesses que possam vir a afetar as decisões editoriais, sejam esses de natureza acadêmica, financeira, pessoal ou política;

- Tratar autores/as, avaliadores/as com cordialidade e respeito, prezando em todo o processo pela postura dialógica e academicamente consistente, assegurando uma comunicação clara e objetiva com a comunidade científica;

- Realizar o checklist dos arquivos submetidos assegurando sua adequação ao foco, escopo e objetivos do periódico;

- Zelar pelo cumprimento dos princípios éticos e científicos relacionados ao periódico.

 

 RESPONSABILIDADES DOS PARECERISTAS

 

- Informar, sempre que necessário, se há conflito de interesses, sejam esses de natureza acadêmica, financeira, pessoal ou política;

- Assegurar a confidencialidade da avaliação, garantindo e efetivando a avaliação cega;

- Proceder na avaliação com estrito rigor acadêmicos, construindo o parecer de modo a orientar o aperfeiçoamento do trabalho mesmo nas situações em que o parecer for pela reprovação do trabalho;

- Atuar de forma voluntária, consciente da importância de sua colaboração para o desenvolvimento científico-acadêmico da área;

- Informar possíveis conflitos de interesses que podem vir a ocorrer no momento de avaliação de um artigo, sejam eles acadêmicos, financeiros, pessoais ou políticos, e declinar da avaliação;

- Não induzir nem favorecer citações que visem beneficiar autores/as, avaliadores/as ou promover aumento de fatores de impacto.