A TRAJETÓRIA DO CATOLICISMO NA VÁRZEA, EM PELOTAS-RS o caso do Padre Pedro Balduíno Rambo, S.J.

Main Article Content

Alessandra Buriol Farinha
Fabio Vergara Cerqueira

Resumo

O presente trabalho objetiva dar visibilidade à memórias relacionadas a trajetória do catolicismo da região conhecida como Várzea, na cidade de Pelotas, localizada no sul do Rio Grande do Sul, Brasil. A contextualização será feita através da análise de estratégias de sociabilidade utilizadas pelo padre jesuíta Pedro Balduíno Rambo, o qual, com um carisma diferenciado, reconhecido pela preocupação com os pobres, marcou a gênese, a história e a religiosidade dos moradores da Várzea, bairro Nossa Senhora de Fátima, em meados do século XX. A metodologia utilizada foi a análise de documentos da Arquidiocese de Pelotas, de fontes primárias como o Livro Tombo da Paróquia Nossa Senhora de Fátima (1965) e o livro do Pe. Viriato Bodas (1986), antigas fotografias, periódicos de meados do século XX e análise de depoimentos de antigos moradores do bairro, coletados através de história oral, entre os meses de março a abril de 2016. As contribuições do Pe. Rambo na constituição deste bairro, sua forma de socialização, sua maneira de vincular a religiosidade a diversas motivações sociais vivem na memória dos que testemunharam e que hoje podem reproduzir aqueles tempos.

Article Details

Como Citar
FARINHA, A. B.; CERQUEIRA, F. V. A TRAJETÓRIA DO CATOLICISMO NA VÁRZEA, EM PELOTAS-RS. INTERAÇÕES, v. 13, n. 23, p. 151-173, 19 set. 2018.
Seção
ARTIGOS
Biografia do Autor

Alessandra Buriol Farinha, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA

Mestra e doutoranda em Memória Social e Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Pelotas. Professora na Universidade Federal do Pampa

Referências

BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas: magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1987.
BODAS, Viriato da Graça. Paróquia Nossa Senhora de Fátima: Subsídios para sua História. Livro que descreve os 20 primeiros anos da Paróquia Nossa Senhora de Fátima. Exemplar único, datilografado. Pelotas, 1986.
BOURDIEU, Pierre. A ilusão biográfica. In: FERREIRA, Marieta de Moraes Ferreira e AMADO, Janaína (org.). Usos & abusos da história oral. Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1996.
DEL PRIORE, Mary. Biografia: quando o indivíduo encontra a história. Revista Topoi, v. 10, n. 19, jul.-dez. 2009, p. 7-16.
ESSINGER, Cintia Vieira. Entre a Fábrica e a Rua: A companhia Fiação de Tecidos Pelotense e a criação de um espaço operário, bairro da Varzea, Pelotas – RS (1953 – 1974). 2009. 178 f. Dissertação (Mestrado-Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio cultural). Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.
MENDES, Fabio Raniere da Silva e ALVES, Marcelo Möller (org.). Centenário Diocese de Pelotas. Pelotas: Do Autor, 2010.
MOURA, Rosa Maria Garcia Rolim de. Habitação Popular em Pelotas (1880-1950): entre políticas públicas e investimentos privados. 2006. 249p. Tese (Doutorado em História) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.
RICOEUR, Paul. Tempo e narrativa (tomo I). São Paulo: Papirus, 1994.
SPORH, Inácio. Memória de 665 jesuítas da Província do Brasil Meridional. Porto Alegre: Padre Reus, 2011.
TAMBARA, Elomar. A Formação Ideológica do Trabalhador na Diocese de Pelotas - RS: a Consolidação do Ultramontanismo (1910-20). Cadernos de Educação. Faculdade de Educação - UFPel ano 5, nº6, junho, 1996.