Jovens evangélicos universitários: a ressignificação da crença e da prática religiosa

Karen Aquino Rangel da Costa, Volney José Berkenbrock

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar um aspecto das trajetórias religiosas de universitários evangélicos no Brasil: a ressignificação da crença e da prática religiosa. As considerações e análises apresentadas são parte de resultados de pesquisa realizada com universitários participantes de um movimento religioso estudantil conhecido como Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB). Os sentidos religiosos destes jovens parecem ser transformados à medida que a universidade coloca em evidência o pluralismo presente na sociedade brasileira e fortalece a necessidade de ressignificação de alguns pontos em suas crenças e práticas religiosas. O processo de ressignificar pode levar a alguns movimentos na trajetória religiosa como o trânsito religioso, percurso entre diferentes opções religiosas, adesões provisórias, a produção de sínteses pessoais para a crença, assim como as negociações próprias em relação às práticas requeridas dos adeptos. Tais movimentoscontribuem para mudanças significativas na religião tanto a nível individual quanto institucional.


Palavras-chave


trajetória religiosa; universitários evangélicos; religiosidade jovem.

Texto completo:

PDF

Referências


Aliança Bíblica Universitária do Brasil. Disponível em . Acesso em: 20 de abril de 2016.

BERGER, Peter. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulus, 2012.

___________. Os múltiplos altares da modernidade: rumo a um paradigma da religião numa época pluralista. Petrópolis: Vozes, 2017.

BERGER, Peter L. & LUCKMANN, Thomas. A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. Petrópolis: Vozes, 2014.

____________. Modernidade, pluralismo e crise de sentidos: a orientação do homem moderno. 3 Ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

CERVEIRA, Sandro A. Protestantismo Tupiniquim, Modernidade e Democracia: limites e tensões da (s) identidade (s) evangélica (s) no Brasil contemporâneo. Revista de Estudos da Religião, p. 27-53, mar. 2008.

CHIZZOTI, Antonio. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. Petrópolis: Vozes, 2006.

HERVIEU-LÉGER, Danièle. O peregrino e o convertido: a religião em movimento. Petrópolis: Vozes, 2008.

PIRES, Álvaro P. Amostragem e pesquisa qualitativa: ensaio teórico e metodológico. In: A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2010, p. 154-211.

PORTELLA, Rodrigo. Religião, Sensibilidades Religiosas e Pós-Modernidade

Da ciranda entre religião e secularização. Revista de Estudos da Religião, n.2, p. 71-87, 2006.

RIBEIRO, Jorge Claúdio. Os Universitários e a Transcendência – Visão geral, visão local. Revista de Estudos da Religião, n.2, p.79-119, 2004.

SANCHIS, Pierre. Desencanto e formas contemporâneas do religioso. Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, ano 3, n.3, p. 27-43, 2001.

TAYLOR, Charles. Introdução. In: Uma era secular. São Leopoldo: Ed.Unisinos, 2010, p. 13-37.




DOI: https://doi.org/10.5752/P.1983-2478.2018v13n24p414-435

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Indexadores

Sumários.org
Latindex Open Archives Harvester
REDALYC
DOAJ
  
Google Scholar

Revista Associada à ABEC

ABEC

Apoio:

FAPEMIG

INTERAÇÕES | Departamento de Ciências da Religião | PUC Minas

Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião

Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

ISSN 1983-2478 (Online)