A EVOCAÇÃO DO PENSIERO DEBOLE NA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO.

Paulo Sérgio Lopes Gonçalves

Resumo


Objetiva-se neste artigo analisar a evocação do pensiero debole na teologia da libertação, realizada por Gustavo Gutiérrez. Justifica-se este objetivo o fato de que o supracitado teólogo, em sua obra ¿Dónde dormirán los pobres? (1996) evoca a formulação acerca do pensiero debole, efetuada pelo filósofo italiano Gianni Vattimo, para mostrar que o fundamento originário – a articulação entre fé e pobres, já presente nas obras Teología de la Liberación (1971), La fuerza histórica de los pobres (1979) e La verdad os hara libres (1990) – não perde a sua validade e continua a ser pertinente e relevante ao aprofundar o significado da perspectiva libertadora, ao tornar a sua linguagem criticamente plausível ao contexto de dissolução da metafísica, de fragmentação do saber, de transversalidade epistemológica e desenvolver temas referentes ao pluralismo étnico e cultural, ao gênero, à pluralidade e diálogo inter-religioso, à ecologia e aos paradoxos culturais e religiosos. Trata-se de uma linguagem que apresenta um Deus compassivo, solidário com os seres humanos, a partir dos pobres, e efetivamente um “Deus da vida”. Para atingir este objetivo, será exposta a evocação do pensiero debole, realizada a respectiva análise filosófica acerca dessa categoria, e efetuada sua aplicação na teologia da libertação, caracterizando-se como uma teologia da libertação debole.

Palavras-chave


Teologia da Libertação, Pobres, fé cristã, pensiero debole,

Texto completo:

PDF

Referências


CAPUTO, J. – VATTIMO, G. Depués de la muerte de Dios. Conversaciones sobre religión, política y cultura. Barcelona – Buenos Aires – México: Paidós, 2010.

GILBERT, P. Os caminhos da metafísica: da epistemologia à ética: ida-e-volta, in Síntese – Rev. de Filosofia, Belo Horizonte, v. 35, n. 112, p. 1889-210, 2008.

GUTIÉRREZ, G. ¿Donde dormirán los pobres? Lima: CEP, 1996.

GUTIÉRREZ, G. Hablar de Dios desde el sufrimiento del inocente. Una reflexión sobre el libro de Job. Lima: Instituto Bartolomé de lãs Casas – Rimac, 1986.

GUTIÉRREZ, G. La verdad os hara libres. Salamanca: Sígueme, 1990a.

GUTIÉRREZ, G. O Deus da vida. São Paulo: Loyola, 1990c.

GUTIÉRREZ, G. Onde dormirão os pobres? São Paulo: Paulus, 1998.

GUTIÉRREZ, G. Pobres y Opción fundamental, in ELLACURÍA, I. – SOBRIÑO, J. Mysterium Liberationis (I). Conceptos fundamentales de la Teología de la Liberación. Maadrid: Trotta, 1990b, p. 303-321.

GUTIÉRREZ, G. Teologia da Libertação. Perspectivas. Petrópolis: Vozes, 1986.

MENDOZA – ÁLVAREZ, C. Deus Ineffabilis. El linguaje sobre Dios em tempos de pluralismo cultural e religioso, in DE MORI, G. – OLIVEIRA, P.R. (orgs.) Deus na Sociedade Plural. Fé, símbolos, narrativas. São Paulo: Paulinas – SOTER, 2013, p. 129-153.

PASTOR, F.A. “Quaeremtes summum Deum”, in Gregorianum, Roma, v. 81, n. 3, p. 453-491, 2000.

VATTIMO, G. Credere di Credere. È possibile essere cristiani nonostante la Chiesa? Milano: garzanti, 1998.

VATTIMO, G. Depois da Cristandade. Por um cristianismo não religioso. Rio de Janeiro – São Paulo: Editora Record, 2004.

VATTIMO, G. La fine dela Modernità. Milano: Garzanti Editore, 1985.




DOI: https://doi.org/10.5752/P.1983-2478.2018v13n24p391-413

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Indexadores

Sumários.org
Latindex Open Archives Harvester
REDALYC
DOAJ
  
Google Scholar

Revista Associada à ABEC

ABEC

Apoio:

FAPEMIG

INTERAÇÕES | Departamento de Ciências da Religião | PUC Minas

Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião

Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

ISSN 1983-2478 (Online)