A PÓLVORA DO ANÃO: Reflexões intempestivas sobre a filosofia política contemporânea

Main Article Content

Luis Martínez Andrade

Resumo

Este trabalho tentará apresentar pontos em comum e confrontar alguns preceitos teológicos, éticos e políticos de autores como Slavoj Žižek, Enrique Dussel e Leonardo Boff sobre a democracia, a ecologia, os direitos humanos e a potencialidade da libertação. Žižek mantém que a religião fundamentalmente cumpre duas funções: de terapia ou de crítica social. Para ele, apenas uma leitura ortodoxa do evangelho e uma postura “interessada e intolerante” por parte do cristianismo, pode fazer frente ao pensamento único. Dussel, partindo das vítimas do sistema, propõe um projeto transmoderno baseado numa leitura analítica do evangelho. Por sua vez, Boff oferece uma visão que supere o antropocentrismo, tendo como base uma mística ecológica e como horizonte a libertação dos pobres e da Terra.

Article Details

Como Citar
ANDRADE, L. M. A PÓLVORA DO ANÃO: Reflexões intempestivas sobre a filosofia política contemporânea. INTERAÇÕES, v. 7, n. 11, p. 129-144, 11.
Seção
DOSSIÊ FILOSOFIA DA RELIGIÃO (II)
Biografia do Autor

Luis Martínez Andrade, PUC Minas

Sociólogo pela Benemérita Universidade Autônoma de Puebla onde recebeu a distinção Cum
Laude. Em 2009 obteve o Primeiro Prêmio do Concurso Internacional de Ensaio “Pensar a Contracorriente”
na sua VI edição. Atualmente realiza estudos de doutorado na École des Hautes Études
en Sciences Sociales de París sob a direção de Michael Löwy. Autor do livro “Religión sin redención.
Contradicciones sociales y sueños despiertos en América Latina”, Ediciones de Medianoche-Universidad
de Zacatecas, México, 2011.