INTERAÇÕES http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes <p><strong>INTERAÇÕES</strong> é um periódico científico editado pelo Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião, do Departamento de Ciências da Religião da PUC Minas, tem por missão a difusão de estudos relativos à área de Ciências da Religião e Teologia e áreas afins aos estudos da religião.&nbsp;</p> <p><a href="http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/about">Saiba Mais ...</a></p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> pt-BR <p><a name="pt-direitos"></a>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:</p> <ol> <li class="show">1. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/">Licença Creative Commons Attribution</a>que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</li> <li class="show">2. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</li> <li class="show">3. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja em Inglês <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html">O Efeito do Acesso Livre</a>).</li> </ol> interacoes.pucminas@gmail.com (Flávio Senra) apoio.interacoes.pucminas@gmail.com (Brasil F. de Barros - Editor Associado/Associated Editor) sex, 27 nov 2020 19:36:25 -0300 OJS 3.1.2.1 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 EXPEDIENTE http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24984 <p>Não se aplica.</p> Interações Copyright (c) 2020 Interações http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24984 qui, 19 nov 2020 12:22:00 -0300 APRESENTAÇÃO http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/25002 <p>Não se aplica</p> Brasil Fernandes de Barros, Adelaide de Faria Pimenta Copyright (c) 2020 Brasil Fernandes de Barros, Adelaide de Faria Pimenta http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/25002 sáb, 21 nov 2020 14:22:23 -0300 CIÊNCIAS DA RELIGIÃO http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24908 <p>Não se aplica</p> Flávio Senra Copyright (c) 2020 Flávio Senra http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24908 ter, 17 nov 2020 16:34:44 -0300 ONTOLOGIA E POÉTICA VISUAL NO ESPETÁCULO ADAM’S PASSION, DE ROBERT WILSON http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22004 <p>O artista Robert Wilson é uma importante figura para o teatro contemporâneo, pois seus espetáculos teatrais são compostos de uma virtuosa visualidade, que se constitue em metáforas e signos que precisam ser decodificados pelo espectador de acordo com sua observação perante a obra. Com base em sua trajetória artística e pessoal é que percebemos a construção da identidade cênica e a maneira que são concebidas suas obras. Uma das formas de enunciação poética do artista acontece através da liberdade dada ao fruidor para experimentá-la, fazendo com que seus espetáculos sejam um conjunto de espectros de paisagens a serem elucidadas pelo próprio observador. Devido a isso, para adentrarmos em questões ontológicas evocadas pela visualidade do artista, é necessário que contextualizemos alguns relatos de sua trajetória pessoal. Essa foi uma das principais instâncias que fizeram com que questões conceituais fossem exploradas cenicamente por esse diretor teatral ao longo dos anos. Portanto, para que afunilemos este estudo, iremos visualizar os caminhos da narrativa do personagem bíblico Adão, no espetáculo <em>Adam’s Passion</em>. Ademais, nossos materiais metodológicos para esta investigação se imbricam nos pensamentos de ontologia da arte, concatenados por Currie (1989), e pela abordagem da análise de espetáculos de Belém (2014).</p> Klara Cruz de Oliveira, Luciane Viana Barros Páscoa Copyright (c) 2020 Klara Cruz de Oliveira, Luciane Viana Barros Páscoa http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22004 qui, 19 nov 2020 12:52:07 -0300 A CORRELAÇÃO DA ESTRUTURA GEOMÉTRICA E O SIGNIFICADO BÍBLICO-TEOLÓGICO NAS OBRAS DA SANTÍSSIMA TRINDADE DE ANDREJ RUBLËV E CLÁUDIO PASTRO http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22207 <p>As estruturas geométricas implícitas nas pinturas dos tradicionais ícones bizantinos trazem não apenas uma lógica formal, mas também uma simbologia que corresponde à teologia da obra. Tais estruturas são responsáveis pela harmonia e pelo equilíbrio de todo o conjunto. Em uma análise comparativa entre as pinturas da Santíssima Trindade, de Andrej Rublëv (1360-1430)<a href="#_ftn1" name="_ftnref1">[1]</a> e de Cláudio Pastro (1948-2016)<a href="#_ftn2" name="_ftnref2">[2]</a>, dois artistas relevantes para a história da arte sacra oriental e ocidental, respectivamente, verifica-se a importância dessa geometria como estrutura fundante da composição da obra e de grande auxílio para a compreensão teológica do tema. A partir de um diálogo com teólogos dos séculos XX e XXI, constata-se a insuficiência da linguagem humana para transmitir o mistério Trinitário em imagens. Artistas de distintas épocas pintaram obras com o objetivo de retratar o tema, cuja complexidade é assinalada em literatura de grandes teólogos. Tendo esse pano de fundo, observa-se na análise iconográfica e iconológica da pintura de Rublëv e de Pastro como a maneira de retratar a Trindade por estes dois artistas está embasada na tradição e no magistério das Igrejas Ortodoxa e Católica. A análise estrutural geométrica não pretende reduzir o tema a linhas ou figuras bidimensionais, mas, pelo contrário, quer demonstrar que essas estruturas têm uma razão de ser e auxiliam na compreensão teológica e na leitura da obra.</p> Hilda Souto, Márcio Luiz Fernandes Copyright (c) 2020 Hilda Souto, Márcio Luiz Fernandes http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22207 qui, 19 nov 2020 14:55:25 -0300 ESPIRITUALIDADE E NATUREZA http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/21345 <p>Esta pesquisa tem como objetivo compreender o Festival Ilumina enquanto experiência religiosa constituída por uma comunidade cíclica. O artigo associa-o ao circuito neo-esotérico brasileiro. O Ilumina é compreendido como uma comunidade que estabelece, através das novas ressignificações e reinvenções dos signos das <em>religiões legítimas</em>, uma ecoespiritualidade constituída pela visão holística da relação entre a humanidade e o planeta, o que implica numa sacralização do meio ambiente, que passa a ser concebido como a <em>casa comum de todos os seres existentes</em>. Através da observação participante, a investigação demonstra como o Festival propõe uma <em>ecoespiritualidade</em> aos seus participantes, com ampla oferta regular de bens e serviços tangenciados por vários tipos de <em>terapias espiritualizantes alternativas ou não convencionais</em>, articulados com diversos movimentos, práticas e campos de atuação na contemporaneidade. Enquanto evento <em>neo-esotérico</em> o Ilumina incorpora os discursos de <em>qualidade de vida</em> e de <em>autoconhecimento e aperfeiçoamento</em> individual e propõe aos participantes atividades e reflexões centradas no cultivo da mente e do espírito. Mas, sobretudo, centra-se na valorização da alimentação saudável através do consumo <em>vegano</em>, o que simbolicamente associa-o aos seus adeptos um lugar místico de contato com natureza.</p> Péricles Morais de Andrade Júnior, Silvério Leal Pessoa Silvério Pessoa Copyright (c) 2020 Péricles Morais de Andrade Júnior, Silvério Leal Pessoa Silvério Pessoa http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/21345 sáb, 27 jun 2020 00:00:00 -0300 O PROBLEMA DA INTUIÇÃO MÍSTICA COMO INSTRUMENTO DE INVESTIGAÇÃO METAFÍSICA NA OBRA DE HENRI BERGSON http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22853 <p>Bergson buscou o estabelecimento de uma <em>nova</em> metafísica, que levasse o ser humano a um conhecimento mais profundo de si mesmo e do cosmos, e que nesse processo fundasse uma nova moral, assim como outras categorias gnosiológicas que transcendessem o instrumentalismo violento de um mundo escravo de uma ciência excessivamente baconiana. Nosso propósito neste artigo é mostrar como, ao final de sua obra e vida, a temática religiosa surge como campo privilegiado para a realização e a compreensão da totalidade e da essência de seu projeto refundador da filosofia. Da crítica ao pragmatismo jamesiano à mística como única saída para o ser humano (transcendendo um pensamento geométrico em direção ao pensamento da <em>duração</em>), Bergson desenha no horizonte, ainda numa época cega a este questionamento, a indagação se de fato, como crê uma inteligência desavisada, a religião morreu como agente ativo no diálogo intelectual ocidental.</p> Rildo da Luz Ferreira Copyright (c) 2020 RILDO DA LUZ FERREIRA http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22853 sex, 20 nov 2020 14:02:04 -0300 A MÍSTICA DE ETTY HILLESUM http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/23189 <p>O artigo situa-se no âmbito dos estudos sobre mística e espiritualidade no contexto pós-moderno. A mística se tornou tema recorrente nas Ciências da Religião e na Teologia, pelas perspectivas que abre tanto para a dimensão existencial da fé como para o diálogo inter-religioso. O presente artigo busca uma interface entre a mística de Etty Hillesum e a espiritualidade cristã. Embora Etty não pertença a nenhuma instituição religiosa, sua experiência de Deus evidencia aspectos cruciais para qualquer tradição religiosa ou espiritual. No que diz respeito aos cristãos, sua mística engendra o resgate de elementos decisivos da experiência cristã: a descoberta de Deus na interioridade como fonte do amor fraterno e universal, apontando caminhos que ajudam na superação de certos traços mágico-supersticiosos que marcam a espiritualidade cristã e a evangelização em tempos pós-modernos.</p> Paulo Sérgio Carrara, Vicente de Paula Ferreira Copyright (c) 2020 Vicente de Paula Ferreira, Paulo Sérgio Carrara http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/23189 sex, 27 nov 2020 00:14:18 -0300 IMPACTOS DA TEOLOGIA NO PENSAMENTO DE PAUL RICOEUR http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/19565 <p>O intuito desse artigo é mostrar o problema da relação entre filosofia e teologia no pensamento de Paul Ricœur (1913-2005). É possível uma abordagem teológica de um filósofo? Seria razoável que Ricœur abordasse temas como o mal, o perdão e a reconciliação? Trata-se, como veremos a seguir, de uma relação complexa no próprio pensamento de nosso filósofo. Por isso, apresentaremos o desenvolvimento da relação entre a filosofia e a teologia em algumas de suas obras, utilizando, para tanto, seus principais comentadores da temática em questão. É possível afirmar que alguns aspectos tornam o projeto filosófico ricoeuriano singular: há um cuidadoso diálogo com diversos pensadores de diferentes épocas e campos do conhecimento. Ricœur parece absorver as grandes contribuições teológicas e de áreas afins do século XX. O diálogo entre o filosófico e o teológico, nesse aspecto, alarga o campo de pensamento da filosofia, enriquecendo-o, protegendo-o de pré-compreensões.</p> René Armand Dentz Copyright (c) 2020 INTERAÇÕES http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/19565 sex, 27 nov 2020 00:32:19 -0300 POLÍTICA E ECONOMIA NO PERSONALISMO DE EMMANUEL MOUNIER http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22245 <p>O presente artigo tem como objetivo apresentar a reflexão política e econômica elaborada pelo filósofo francês Emmanuel Mounier e confluída na corrente filosófica apelidada de <em>personalismo</em>. A cidade futura poderá ser realizada somente através de pequenas comunidades, feitas de pessoas responsáveis e maduras, que vivem ativamente a inserção na comunidade, fugindo, dessa forma, do anonimato que marca a vida nas grandes aglomerações. A análise mounieriana da política é intrinsicamente ligada à perspectiva econômica do personalismo, que tem como ponto de partida a crítica do sistema capitalista e do homem burguês. A economia capitalista mortifica a pessoa e, por isso, necessita formalizar uma economia do rosto novo, um rosto personalista. A passagem de uma economia do dinheiro para uma economia da pessoa exige uma firme ruptura. É em defesa dos valores da pessoa que Mounier conduz uma batalha contra a ética do capitalismo, para substituí-la por uma ética do personalismo. Mounier esboça um modelo econômico na perspectiva da pessoa, cuja socialização substitui toda forma de estatização, desenvolvendo a vida sindical para uma conquista da dignidade da pessoa de cada trabalhador.</p> Paolo Cugini Copyright (c) 2020 Paolo Cugini http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22245 sex, 27 nov 2020 00:46:33 -0300 SALMO 24 http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/20311 <p>O extraordinário Sl 24 é um dos mais belos textos bíblicos da liturgia judaico-cristã, e alvo de escrutínio dos estudiosos desde a Antiguidade. Não obstante, este salmo apresenta desafios a serem enfrentados: é difícil determinar sua organização literária como um todo, pois as partes componentes aparentam possuir diversidade na forma e conteúdo. Um quadro <em>desconcertante</em>, onde a Crítica Textual aponta para problemas de transmissão textual e de tradução, enquanto a Crítica da Constituição do Texto aponta para uma possível combinação de composições anteriormente dissociadas. Este estudo, portanto, propõe uma solução exegética pela Análise Retórica Bíblica Semítica para estes problemas, mas principalmente para determinar sua coesão, seu tema unificador – a integração entre adorador e adorado, numa possibilidade de que a <em>geração de Jacó</em> seja o próprio Templo no qual o Rei da Glória é convidado para tomar posse.</p> Waldecir Gonzaga, Doaldo Ferreira Belem Copyright (c) 2020 INTERAÇÕES http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/20311 sex, 20 nov 2020 15:14:11 -0300 JEROBOÃO I E OS REIS DE ISRAEL http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/19622 <p>O estudo apresenta o estado da questão da história deuteronomista na sua relação com o pecado de Jeroboão.&nbsp; O objetivo é destacar o caráter ideológico dos textos na ótica judaísta. O método é analítico e parte da suspeita dos textos que foram escritos com uma ótica antipoliteísta e antissamaritana e, portanto, incapaz de assimilar o modo de produção de conhecimento da própria religião e do reino do norte.<strong>&nbsp; </strong>Assim a fidelidade ao Deus único e ao seu lugar de culto são os critérios epistemológicos da história deuteronomista. Prevalece uma visão negativa dos reis de Israel. Eles <em>fizeram o mal aos olhos do Senhor</em> como fez Jeroboão. O confronto das avaliações do reino de Judá com as do reino de Israel revela pequenas, mas significativas, contradições. Há uma clara tendência de hostilizar Jeroboão como aquele que fez Israel pecar, enquanto apenas Davi é citado como exemplo positivo.</p> Vicente Artuso, Luiz José Dietrich, Marcus Vinícius de Souza Nunes Copyright (c) 2020 INTERAÇÕES http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/19622 sex, 20 nov 2020 18:08:40 -0300 ENSINO RELIGIOSO EM TESES http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/18729 <p>A análise aqui descrita é resultado de mais uma etapa do Projeto Concepções e Produção, desenvolvido no Programa Concepções e Recursos Didáticos do Ensino Religioso, pelos pesquisadores do Grupo de Pesquisa Educação e Religião (GPER). Projeto iniciado no ano de 2000, visando estabelecer a memória da construção do Ensino Religioso, assim como organizar e sistematizar as fontes produzidas no país para fundamentar a pesquisa.&nbsp; O artigo é fruto de uma pesquisa bibliográfica, e se propôs realizar o Estado da Arte sobre o Ensino Religioso a partir das Teses disponibilizadas na sua integralidade. Compreendendo que a Tese é um trabalho de significado, para uma carreira acadêmica. As Teses foram localizadas no Banco de Dissertações e Teses da CAPES, como também nas publicações do Grupo de Pesquisa em Ensino Religioso – GPER, com identificação de produção acadêmico-científica, sobre o Ensino Religioso em 2018. Para isto, foram selecionados autores, para dialogar com os dados a partir da Ciência da Informação e da Metodologia Científica.</p> Sergio Rogerio Junqueira, Sonia Itoz Copyright (c) http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/18729 qua, 25 dez 2019 00:00:00 -0300 RELIGIOGRAFIA DAS PESQUISAS SOBRE A SECULARIZAÇÃO NAS TESES E DISSERTAÇÕES DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO NO BRASIL http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24582 <p>A secularização da sociedade é um processo histórico e social de fundamental importância na formação das sociedades modernas e nos processos subjetivos de autonomia, racionalização e emancipação do indivíduo e das instituições político/jurídicas. Ela não extinguiu a religião, entretanto, a religião e seus símbolos sagrados perderam a capacidade de ordenamento e legitimação da realidade. A secularização além de definir fenômenos religiosos, passou a definir fenômenos sociais, culturais, econômicos, históricos e psicológicos. Essa polissemização do termo gerou inúmeras pesquisas e discussões científicas. Essa comunicação apresenta o estado da arte das pesquisas sobre secularização no Brasil obtido através da pesquisa religiográfica da produção discente de teses e dissertações nos PPGCR nacionais sobre a temática da secularização. São apresentados os resultados obtidos na elaboração da dissertação Secularização à Brasileira: uma investigação sobre o estado da arte da discussão sobre a secularização a partir das teses e dissertações dos programas de pós-graduação em Ciências da Religião no Brasil de 1978 a 2012.</p> Maurílio Ribeiro da Silva Copyright (c) http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24582 sex, 20 nov 2020 19:38:19 -0300 NOTAS SOBRE O CONCEITO DE VERDADE http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22224 <p>Descrevem-se aqui as teorias tradicionais de <em>verdade</em>, desde aquela por correspondência até a por consenso. O construtivismo é então apresentado como alternativa para as ciências humanas, que apresentam um caráter emancipatório, e isto entra na composição de seu conceito de verdade. No caso da religião, a verdade é mais experiencial, mas a teologia precisa seguir os critérios de verdade das demais ciências. Assim, a crítica dos neo-ateus não se sustenta, pois abordam a religião só em seu conteúdo cognitivo. Eles têm sua razão, no entanto, dada a propensão humana ao engano e ao autoengano (ilusão), os quais, no entanto, se referem a todas as esferas de conhecimento. A teologia também tem de se questionar sobre que tipo de evidências empíricas dispõe para embasar suas afirmações. A pluralidade religiosa (e, portanto, de reivindicações de verdade) surge como problema, mas o entendimento das raízes comuns da religião, fornecido pelas ciências evolutivas, fornece uma base importante para se lidar com o problema. Em resumo, o que se apresenta aqui é um esboço de defesa do realismo em teologia.</p> Eduardo Rodrigues da Cruz Copyright (c) 2020 Eduardo Rodrigues da Cruz http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/22224 sex, 27 nov 2020 00:53:27 -0300 O SENTIDO DO SAGRADO http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/23650 <p>A obra de Angela Ales Bello tem como objetivo analisar a constituição do sagrado nas religiões arcaicas e complexas. Para tanto, a filósofa italiana trata de salvaguardar suas premissas na busca pela compreensão da experiência religiosa no espaço-tempo. Em primeira instância, traz o argumento que discute tal experiência, tanto no terreno de sua aceitação, quanto no movimento de sua negação, constatando que ela é algo a ser vivenciado, isto é, de vivência (<em>Erlebnis</em>). Em seguida, apresenta os pressupostos metodológicos para o estudo do sagrado e do religioso. Diante das possiblidades analíticas em torno da religião, Ales Bello assume o caminho fenomenológico, buscando contribuir para um repensar e aprofundar as estruturas internas do sagrado. Também atravessa o âmbito da Antropologia e da História das Religiões, de modo que a experiência humana do <em>religare </em>com o <em>Sacro</em> possa ser compreendida.</p> Renan Gomes Copyright (c) 2020 Renan Gomes http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/23650 sex, 27 nov 2020 00:58:10 -0300 NOMINATA 2020 http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24983 <p>Nâo se aplica</p> Interações Copyright (c) 2020 Interações http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/24983 sex, 20 nov 2020 20:38:26 -0300