Quando a vida é fonte essencial da formação: Historicidade e subjetividade

  • Fredy Enrique González

Resumo

Neste ensaio são apresentadas algumas reflexões preliminares sobre o uso de narrativas na produção do conhecimento científico. Primeiro de tudo, o contexto de emergência deste discurso é levantado. Então, suas características gerais e a necessidade de sua consideração no trabalho científico são bre-vemente revisadas. Por fim, mostra como o discurso narrativo em matemática poderia ser aplicado, contrastando o hermetismo discursivo das soluções finais, passado para limpo, versus o uso dos Proto-colos escritos de resolução de problemas matemáticos.

Biografia do Autor

Fredy Enrique González

Doutor em Educação pela Universidade de Carabobo, Valencia, Venezuela. Membro associado do Comitê Latino-Americano de Matemática Educativa, CLAME. Professor credenciado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Professor Aposentado na Universidad Pedagógica Experimental Libertado (UPEL, Núcleo Maracay, Aragua, Venezuela). Coordenador-Fundador do Núcleo de Investigación en Educación Matemática "Dr. Emilio Medina" (NIEM; UPEL Maracay) e do Centro de Investigaciones Educacionales Paradigma (CIEP; UPEL Ma-racay). E-mail: fredygonzalezdem@gmail.com

Publicado
18-12-2019
Seção
Artigos