Instrumentos Matemáticos do Tratado Tectonicon: uma possibilidade de trabalho em sala de aula

  • Ana Rebeca Miranda Castillo
  • Ângela Maria dos Santos

Resumo

Neste trabalho discorremos sobre os conhecimentos matemáticos incorporados e mobilizados no uso do esquadro geométrico e bastão de carpinteiro, instrumentos de medida abordados no tratado A Boke Named Tectonicon, escrito e publicado por Leonard Digges (1520-1559). Temos como objetivos: a partir dos procedimentos descritos pelo autor, identificar e analisar os conhecimentos matemáticos abordados no tratado e descrever uma possibilidade de uso da História da Matemática em sala de aula. Como abordagem metodológica, articulamos três dimensões de análise, a saber: historiográfica, contextual e epistemológica. Verificamos como eram utilizados os instrumentos para determinar o nivelamento de um objeto em relação ao observador, o cálculo da altura desse objeto e o cálculo de pequenas distâncias. Os resultados deste trabalho mostraram que esses instrumentos abordados em Tectonicon, incorporam conhecimentos e mostram a relação entre o
saber e o fazer de uma época além de, apontar possibilidades de trabalho com conteúdo matemático da educação básica.

Biografia do Autor

Ana Rebeca Miranda Castillo

Pesquisadora Doutora Colaboradora (PDC) da Universidade Federal do ABC (UFABC) no Grupo de
Pesquisa na Educação Matemática (GPTEMa).

Ângela Maria dos Santos

Doutora em Educação Matemática pela PUC SP. Professora do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia
(IFSP), campi Caraguatatuba.

Publicado
18-12-2019
Seção
Artigos