Teoria cognitiva da aprendizagem multimídia e jogos digitais

  • Ana Maria Ferreira Lemes Stafusa
  • Mônica Romana de Oliveira Santos
  • Valdinei Cezar Cardoso

Resumo

Este artigo possui abordagem exploratória de caráter qualitativo, cujo objetivo é analisar as características de jogos educativos digitais, a fim de verificarmos se possuem potencial para o ensino de matemática à luz da Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia. Buscamos responder ao seguinte questionamento: De que maneira a Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia pode contribuir para nortear os educadores na seleção de jogos educativos digitais para o ensino de matemática? O referencial teórico utilizado foi baseado nas publicações de Mayer. Analisamos três jogos: Jogos de Matemática, 1ª e 2ª Séries: Jogos de Matemática para Crianças e Rei da Matemática. Concluímos que a Teoria Cognitiva da Aprendizagem Multimídia contribui na seleção de jogos educativos que tenham potencial para o ensino de matemática pois, foi possível identificar, por meio da análise realizada, os princípios para jogos desenvolvidos por Mayer que colaboram de forma positiva no processo de ensino-aprendizagem de matemática.

Biografia do Autor

Ana Maria Ferreira Lemes Stafusa

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica da Universidade Federal do Espírito Santo

Mônica Romana de Oliveira Santos

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica da Universidade Federal do Espírito Santo

Valdinei Cezar Cardoso

Doutor em Ensino de Ciências e Matemática pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Docente do Departamento de Matemática Aplicada do Centro Universitário Norte do Espírito Santo, da Universidade Federal do Espírito Santo.

Publicado
22-12-2020
Seção
Artigos