Caracterização da História para o ensino do sistema de numeração decimal em teses e dissertações

  • Lucas Silva Pires

Resumo

Este artigo resulta de uma investigação que está vinculada a dois projetos de pesquisa financiados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Trata-se de um estudo documental bibliográfico na modalidade pesquisa sobre as produções brasileiras em História da Matemática. O nosso objetivo foi caracterizar as propostas didáticas tratadas em teses e dissertações da história para o ensino do sistema de numeração decimal para os anos iniciais do Ensino Fundamental. Busca-se responder a seguinte questão: Quais teses e dissertações da História da Matemática podem contribuir no ensino de sistema de numeração decimal para os anos iniciais do Ensino Fundamental? O estudo está fundamentado em Mendes (2014), que identificou três tendências nas pesquisas em História da Matemática. 1) História para o Ensino da Matemática; 2) História e Epistemologia da Matemática; 3) História da Educação Matemática. O corpus investigativo compõe-se de teses e dissertações defendidas em programas de Pós-Graduação stricto sensu do Brasil, as quais estão publicadas no Portal de Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e em Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Os resultados indicaram a existência de teses e dissertações com potencialidade didática, as quais podem servir como ferramental didático-pedagógico aos professores que lecionam nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Biografia do Autor

Lucas Silva Pires

Mestre em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará. Membro do Grupo de Pesquisa sobre Práticas Socioculturais e Educação Matemática (GPSEM). Membro do Centro Brasileiro de Referência em Pesquisa sobre História da Matemática (CREPHIMat)

Publicado
22-12-2020
Seção
Artigos