A prática cultural da construção do Matapi: possibilidades para o ensino de Geometria utilizando o Geogebra

  • Renata Lourinho da Silva
  • Denivaldo Pantoja da Silva FAMAT (Campus Tocantins/Cametá, PA)
  • Maria Katiane Miranda Ribeiro Universidade Federal do Pará

Resumo

Neste artigo, apresentamos uma experiência com a construção do artefato matapi, utilizando o software Geogebra, a partir de sua construção física in loco. Foi desenvolvida no curso de formação de professores para a educação do campo, que abordou o tema: Construção e uso do matapi: diálogos entre tempo escola e tempo comunidade. Nosso objetivo é apresentar possibilidades para abordar algumas noções da geometria em sala de aula, partindo da construção do matapi, utilizando o Geogebra como instrumento didático. Para alcançar esse objetivo, apresentamos algumas imagens do matapi, que foi construído no local, para, em seguida, representá-lo no ambiente virtual com auxílio do software. Os resultados mostram que se pode promover a construção de algumas noções matemáticas da geometria plana e espacial a partir da construção física do artefato

Biografia do Autor

Renata Lourinho da Silva

Doutora em Educação Matemática e Ciências, pelo Instituto de Educação Matemática e Científica da Universidade Federal do Pará.

Denivaldo Pantoja da Silva , FAMAT (Campus Tocantins/Cametá, PA)

Doutor em Educação em Ciências e Matemáticas pelo Instituto de Educação Matemática e Científica  da Universidade Federal do Pará. Docente da Faculdade de Matemática (FAMAT), Campus Tocantins/Cametá, PA

Maria Katiane Miranda Ribeiro, Universidade Federal do Pará

Especialista em Ensino de Matemática para o Ensino Básico, pela UFPA, campus Tocantins-Cametá; licenciada em Matemática pela Universidade Federal do Pará 

 
Publicado
22-12-2020
Seção
Artigos