A INFLUÊNCIA DA FALA NA AQUISIÇÃO DA ESCRITA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: ERROS OU TROCAS?

Mariana Queiroga Gomes

Resumo


Pretende-se fazer uma análise investigativa sobre a influência da fala na aquisição da escrita na educação básica infantil e contra-argumentar a ideia do senso comum de que o ensino da gramática normativa garante a produção de bons textos. Nesta pesquisa parto da hipótese de que a criança na aquisição da escrita, em muitos casos, é influenciada pela fala. Como embasamento teórico, recorre-se a Oliveira (2006), Ferreiro (1999), Bagno (1999), Dayrell (1996) e Silva (2013). A pesquisa é de natureza qualitativa e foi realizada uma entrevista semiestruturada com uma professora de Rede Privada de Ensino Básico Infantil. Dos alunos coletei redações de um tema específico fornecido por essa mesma professora. Com base nos materiais analisados, os principais resultados sugerem que a criança, no processo de aquisição do código escrito, ainda está ancorada na fala, o que provoca trocas de letras na produção de textos escritos. O estudo assinalou, ainda, que, de fato, existe uma representação equivocada de que a escrita é sinônimo de gramática normativa.


Palavras-chave


Aprendizagem da Escrita. Fala. Gramática. Senso Comum.

Texto completo:

PDF


Av. Dom José Gaspar, 500 • Prédio 6 • Fone: (31) 3319-4188

Coração Eucarístico • Belo Horizonte • Minas Gerais - Brasil

CEP.: 30535-901 • Cx. Postal: 2686

ISSN 2175-7003