COORDENADOR PEDAGÓGICO:

desafios da sua prática em tempo de pandemia na rede estadual de educação

  • Elizângela Avelino Vieira Lourenço

Resumo

O ano letivo de 2020 foi interrompido pela pandemia da COVID-19. Dessa forma, os sistemas públicos de ensino e as escolas da rede privada, seguindo as recomendações e diretrizes da OMS (Organização Mundial de Saúde), suspenderam as aulas e assumiram as atividades não presenciais para estudantes e trabalho remoto para os profissionais da educação. Neste novo contexto mundial, surgem, então, vários questionamentos, dentre as quais: Qual seria o papel que o coordenador pedagógico deve exercer, em relação às estratégias pedagógicas, para o enfrentamento da pandemia? É preciso considerar: a formação docente no que tange às ferramentas digitais educacionais; as situações de acesso dos estudantes ao ambiente virtual; a qualidade de material a ser disponibilizado aos estudantes; o acompanhamento das atividades dos estudantes e dos profissionais de educação, dentre outras. Várias diretrizes para o trabalho remoto, para as atividades não presenciais foram estabelecidas, tanto pelo Conselho Nacional de Educação, quanto pelas Secretarias Estadual e Municipal de Educação. Especificamente, a Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte está iniciando a discussão com as escolas, a fim de definirem as ferramentas mais adequadas a cada realidade da escola, levando em consideração as especificidades das comunidades em que as escolas estão inseridas.   

Publicado
05-07-2020
Seção
ARTIGOS/ARTICLES