AVALIAÇÃO DE VIABILIDADE TÉCNICA PARA INCORPORAÇÃO DOS RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL EM OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO

Mateus Bravo Aguiar, Francine Alves Martins, Milene Gabriela Gomes, Laura Francis Porto, Laerson Felipe Ribeiro, Profª. Dra. Raquel Sampaio Jacob

Resumo


A destinação apropriada dos rejeitos constitui um grande desafio, principalmente no que se refere aos resíduos de construção e demolição (RCD). Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo geral, o estudo dos parâmetros físicos dos RCD’s retirados na Usina de Reciclagem e Entulho da Pampulha em Belo Horizonte, com a finalidade de estudar sua resistência para que seja utilizado em obras de pavimentação. Para tanto, foi feito um estudo de modo a avaliar a viabilidade técnica, financeira e ambiental desse material. Com o propósito de o material ser aprovado, comparou-se com o solo-argila fornecido pelo laboratório de ensaios e campo da (PUC Minas)- Campus Coração Eucarístico. Foram realizados ensaios de granulometria, compactação para determinação da massa específica aparente seca e umidade ótima, Índice de Suporte Califórnia (CBR) e expansão, utilizando-se 50% de RCD mais 50% de solo-argila e 100% de RCD, visando atestar a qualidade do produto em estudo. Tais testes seguiram as recomendações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Constatou-se que o material adquirido na usina (agregado reciclado) apresentou uma boa resistência comparando-se os ensaios realizados com 100 % de RCD e 50% RCD com 50% solo-argila doado pelo Laboratório da PUC Minas Campus Coração Eucarístico.

Palavras-chave


Pavimentação, resíduo de construção civil, Índice de suporte Califórnia.

Texto completo:

PDF

Referências


REFERENCIAS

AMORIM, Enio Fernandes. Viabilidade técnica econômica de misturas de solo - RCD em camadas de base de pavimentos urbanos. Estudo de Caso: Município de Campo Verde. 2014. Disponível em: . Acesso em: 07 mai. 2017.

ÂNGULO, Sérgio Cirelli; ZORDAN, Sérgio Edurado; JOHN, Vanderley Moacyr. Desenvolvimento sustentável e a reciclagem de resíduos na construção civil. São Paulo: SP, 2001. Disponível em: .Acesso em: 25 abr. 2017.

ASSOCIAÇÂO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DISTRIBUIDORAS DE ASFALTO. Manual da Petrobras. 2008. 3ª reimpressão. 2010.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118 – Projeto de estruturas de concreto – Procedimento. Rio de Janeiro: ABNT, 2004.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6457 – Compactação e ensaios de caracterização – Amostras de solo. Rio de Janeiro: ABNT, 1986.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9895 – Índice de Suporte Califórnia (CBR) – Procedimento. Rio de Janeiro: ABNT, 1987.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15115–Agregados reciclados de resíduos sólidos da construção civil – Execução de camadas de pavimentação – Procedimentos. Rio de Janeiro: ABNT, 2004b. .Acesso em: 02 mai. 2017.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO. Seminário nacional da reciclagem de RCD. Abrecon, 2015.

JIMENEZ, Alejandra Maria Gomez. Estudo experimental de um resíduo de construção e demolição (RCD) para utilização em pavimentação. 2011.148 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade De Brasília, Faculdade De Tecnologia, Departamento De Engenharia Civil e Ambiental, Brasília, 2011. Disponível em: . Acesso em: 11 mar. 2017.

LEITE, Fabiana da Conceição. Comportamento mecânico de agregado reciclado do resíduo sólido da construção civil em camadas de base e sub-base de pavimentos. 2007. 216 f. Dissertação (Mestrado) – Engenharia de Transportes, Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

MATTOS, Bernardo Bandeira de Mello. Estudo do reuso, reciclagem, e destinação final dos resíduos da construção civil na cidade do Rio de Janeiro. 2013. 83 f. Monografia- Instituto politécnico. Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Rio de Janeiro, 2013.

MOTTA, Rosangela dos Santos. Estudo laboratorial de agregado reciclado de resíduo sólido da construção civil para aplicação em pavimentação de baixo volume de trafego. 2005. 161 f. Dissertação (Mestrado) – Engenharia de Transportes, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: . Acesso em: 05 mai. 2017.

MOURA, Rita Fortes. Índice de Suporte Califórnia (ISC) ou CBR (Califórnia). Departamento de estradas de rodagem, Califórnia, Estados Unidos. Disponível em: . Acesso em: 01 mai. 2017.

PINTO, Tarcísio de Paula. Metodologia para a gestão diferenciada de resíduos sólidos da construção urbana. 1999.p.218f. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo,1999.

QUINTANILHA, Frederico Santana. Avaliação de utilização e desempenho de resíduos de construção e demolição em bases e sub-bases de pavimentos flexíveis. 2008. 116 f. Dissertação (Pós-Graduação em Engenharia do Meio Ambiente) - Universidade Federal De Goiás, Escola De Engenharia Civil, Goiânia, 2008.

SPADOTTO, Anselmo Jose; ELIAS, Natalia Domingues. Políticas públicas ambientais e responsabilidade da pessoa jurídica. Jus Navigandi, Teresina, v. 16, 2011.

ZORDAN, Sérgio Eduardo. Entulho da indústria da construção civil.Politécnica. Engenharia de Construção Civil. Universidade de São Paulo. 2001. Disponível em:. Acesso em: 12 abr. 2017.




DOI: https://doi.org/10.5752/P.2236-0603.2019v9n17p227-247

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Creative Commons Attribution 4.0 International license.

 

Redes Sociais:

Filiada:

 

Indexadores:

 



 

 

Apoio:

 

 

Logotipo do IBICT