Vitamina A no processo inflamatório da acne: Avaliação do Uso da Farinha de Cenoura como alternativa de inserção do nutriente na dieta

Carolina Gomes Alcântara, Yana Maria Amaral Rocha, Emili Rafaeli Faria Oliveira, Monica Gouvea Oliveira, Brenda Ferraz Vieira, Gabriela Soares Santos, Gilce Santos Oliveira, Michelle Rosa Andrade Alves, Raquel Linhares Bello Araujo, Mauro Ramalho Silva, Wiliam Cesar Bento Regis

Resumo


Introdução: A acne é uma doença inflamatória crônica que acomete 85 a 100% da população e tem maior ocorrência na adolescência. O quadro inflamatório da acne pode ser reduzido com a inserção de vitamina A na dieta já que a mesma age na inibição da indução da IL-17 por Propionibacterium acnes. Porém, o consumo de vegetais, fontes de vitamina A, é muito baixo na população brasileira. Objetivo: O presente estudo teve como objetivo elencar os benefícios, cientificamente comprovados em humanos, da vitamina A visando criar um painel de potencialidades de seu uso por meio de novas formas de introdução do nutriente na alimentação do brasileiro. Metodologia: a) foi realizada uma revisão sistemática da literatura no PubMed/MedLine, com restrição para ensaios clínicos randomizados em humanos; b) foi produzida, por secagem em estufa, uma farinha de cenoura; c) foi realizada a determinação de carotenoides totais para comparação com outras farinhas existentes no mercado; d) foi produzida uma da massa, tipo macarrão, enriquecida com a farinha e a mesma; e) foi conduzida a análise sensorial com teste afetivo aplicado a 110 indivíduos, escolhidos de forma aleatória. Resultados: a) foram encontrados 851 artigos e após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão (humanos, sem associação medicamentosa) foram selecionados os artigos com melhor nível de evidência para ilustração dos efeitos da vitamina A; b) a farinha produzida apresentou 8 % de umidade, aspectos de coloração e textura normais comparado com padrões comerciais; c) a farinha de cenoura produzida apresentou 106,7mg/100g de carotenoides totais, o que corresponde rendimento superior, de 79,6 a 95,3 %, comparado com outras farinhas disponíveis no mercado; d) a massa elaborada apresentou textura aspectos gerais de manipulação e cocção compatíveis com outras massas; e) a análise sensorial obteve 81,81% de aceitação positiva em relação a aparência, odor, sabor e textura. Conclusão: Estudos com elevado nível de evidência científica tem comprovado a efetividade da vitamina A nas complicações da acne e a farinha de cenoura produzida neste estudo apresentou-se como excelente fonte de carotenoides, além de demonstrar excelente potencial de uso em preparações com melhor aceitação de consumo para a população brasileira.


Texto completo:

PDF

Referências


STAHL, W; SIES, H. Photoprotection by dietary carotenoids: concept, mechanisms, evidence and future development. Mol Nutr Food Res, v. 56, n.2, p. 287-295, fev. 2012.

CHAPMAN, M.S. Vitamin A: History, Current Uses, and Controversies.Seminars in Cutaneous Medicine and Surgery. Elsevier INC. v.31, p.11-16, 2012.

AGAK, G.W.; QIN, M.; NOBE, J.; KIM, M.H.; KRUTZIK, S.R.; TRISTAN, G.R.; ELASHOFF, D.; GARBÁN, H.J.; KIM, J. Propionibacterium acnes induces an interleukin-17 response in acne vulgaris that is regulated by vitamin A and vitamin D. The Journal of investigative dermatology. p.366-373, 2014.

NAST.A,; DRENO, B.; BETTOLI, V.; DEGITZ, K.; ERDMANN,R.; FINLAY, A.Y.; GANCEVICIENE, R.; HAEDERSDAL, M.; LAYTON,A.; LÓPEZ- ESTEBARANZ, J.K; OCHSENDORF, F.; OPRICA, C.; ROSUMECK, S.; RZANY, B.; SIMONART, T.; VEIEN, N.K.; ZIVKOVIC, M.V.Z.; ZOUBOULIS, C.C.; GOLLNICK, H. European Evidence-based (S3) Guidelines for the Treatment of Acne. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology. p. 1-29, 2012.

KUROKAWA, I.; WILLIAM, F.D.; JU, Q.; WAND, X.; XIANG, L.F.; XIA, L.; CHEN, W.; NAGY, I.; PICARDO, M.; SUH, D.H.; GACEVICIENE,R.; SCHAGEN, S.; TSATSOU, F.; ZOUBOULIS, C.C. New developments in our understanding of acne pathogenesis and treatment. Experimental Dermatology. V.18, p.821–832, 2009.

ZOUBOULIS, C.C.; JOURDAN, E.; PICARDO, M. Acne is an inflammatory disease and alterations of sebum composition initiate acne lesions. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology. v.28, p.527-532. Maio, 2014.

BECKENBACH, L. BARON, J.M.; MERK, H.F.; LOFFLER, H.; AMANN, P.M. Retinoid treatment of skin diseases. Eur. J. Dermatol. v.25, n.5: p. 384–391, 2015.

FIGUEIREDO, A.; MASSA, A.; PICOTO, A.; SOARES, A.P.; BASTOS, A.S.; LOPES, C.; RESENDE, C.; REBELO, C.; BRANDÃO, F.M.; PINTO, G.M.; OLIVEIRA, H.S.; SELORES, M.; GONÇALO, M.; BELLO, R.T. Avaliação e tratamento do doente com acne - Parte I: Epidemiologia, etiopatogenia, clínica, classificação, impacto psicossocial, mitos e realidades, diagnóstico diferencial e estudos complementares. Rev Port Clin Geral. v. 27, n. 1: p. 59-65.Lisboa, janeiro, 2011 .

RODRIGUEZ-AMAYA, D. B.; RAYMOND, L.C.; LEE, T.; SIMPSON, K.L.; CHICHESTER, C. O. . Carotenoid pigment changes in ripening Momordica charantia fruits. Annual Botanic, v.40, p.615-624.1976.

TONHL, E.; COLLINS, K. E.; JARDIM, I.C.S.; COLLINS, C.H. Fases estacionarias para Cromatografia Liquida de Alta Intensidade em fase reversa (CLAE-FR) baseada em superfícies de óxidos orgarnicos funcionalizados. Quimica Nova, v. 25, n.4: p.616-623, 2002.

BORREGAARD, N.; SORENSEN, O. E.; THEILGAARD-MONCH, K. Neutrophil granules: a library of innate immunity proteins. Trends Immunol. v.28,n.8: p.340-345.2007.

MEDEIROS, G.R.; KWIATKWSKI, A.; CLEMENTE, E; COSTA, J.M.C. Avaliação De Carotenóides Em Cenoura E Análise Sensorial De Barras De Cereais Elaboradas Com Cenoura Desidratada. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial. v. 05, n. 01: p. 306-313, 2011.

MOREIRA, P.R.S.; ROCHA, N.P.; MILAGRES, L.C.; NOVAES, J.F. Análise Crítica da Qualidade da Dieta da População Brasileira Segundo o Índice de Alimentação Saudável: uma revisão sistemática. Ciência e Saúde Coletiva. v.20, n. 12: p. 3907-3923, 2015.

DISHCHEKENIAN; V.R.M, ESCRIVÃO, M.A.M.S.; PALMA, D., ANCONA-LOPEZ, F.; ARAÚJO, E.A.C.; TADDEI, J.A.A.C. Padrões Alimentares de Adolescentes Obesos e Diferentes Repercussões Metabólicas. Revista de Nutrição, v.24, p. 17-29. Fevereiro, 2011.

BEZERRA, I.N.; SICHIERI, R. Eating out of Home and Obesity: a Brazilian Nationwide Survey. Public Heatlh Nutrition. v.12, n.11: p. 2033-2043.2009.

MONTEIRO, C.A.; LEVY, R.B.; CLARO, R.M.; CASTRO, I.R.; CANNON, G. Increasing consumption of ultra-processed foods and likely impact on human health: evidence from Brazil. Public Health Nutrition. v. 14,n.1: p. 5-13,2011.

SOUZA, A.M.; PEREIRA, R.A.; EDNA, M.Y.; LEVY, R.B.; SICHIERI, R. Alimentos mais consumidos no Brasil: Inquérito Nacional de Alimentação 2008-2009. Revista Saúde Pública. v. 47, n.1:p. 190-199, 2013.

JAIME, P.C.;STOPA, S.R.; OLIVEIRA, T.P.;VIEIRA, M.L.; SZWARCWALD, C.L.;MALTA, D.C. Prevalência e distribuição sociodemográfica de marcadores de alimentação saudável, Pesquisa Nacional de Saúde, Brasil 2013. Epidemiol. Serv. Saúde. v. 24, n.2: p.267-276.Brasília, 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa de Orçamentos

Familiares 2008-2009: análise do consumo alimentar pessoal no Brasil. Brasília, 2011. Acesso em 24 de fevereiro de 2017.< http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/pns/2013/>

Fonte das Informações Nutricionais: TACO- Tabela Brasileira de Composição de Alimentos- 4 ed. Campinas NEPA/UNICAMP p.2011-161p

SILVA, Ana Carolina Bizinoto et al. Qualidade nutricional e físico-química em cenoura (Daucus carota l.) in natura e minimamente processada. Demetra: alimentação, nutrição & saúde, Uberlandia, Minas Gerais, Brasil. 2016.

CAMPOS, Flávia Milagres; ROSADO, Gilberto Paixão. Novos fatores de conversão de carotenóides provitamínico A. Ciências Tecnologia de Alimentação, Campinas, 25(3): 571- 578, jul.-set. 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Creative Commons Attribution 4.0 International license.

 

Redes Sociais:

Filiada:

 

Indexadores:

 



 

 

Apoio:

 

 

Logotipo do IBICT