Psicologia e Educação: possibilidades de atuação para o psicólogo escolar educacional

Washington Allysson Dantas Silva

Resumo


A Psicologia e a Educação têm uma relação próxima acerca do desenvolvimento de pesquisas, assim como a elaboração de estratégias e modelos de atuação profissional em ambas as áreas. Este trabalho teve por objetivo investigar as possibilidades de atuação do psicólogo em contextos educacionais, estabelecendo para isso um aporte teórico voltado a uma compreensão de Psicologia Escolar Educacional Crítica. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, utilizando como método de coleta e análise de dados a Revisão Bibliográfica e o Protocolo de Mapeamento Institucional e Ações em Psicologia Escolar. Os dados obtidos a partir do Protocolo foram analisados pelo programa IRAMUTEQ, versão 0.7, do qual foi solicitada a Análise de Similitude. Esta análise apontou como núcleo central da atividade do psicólogo a palavra “Escola” e como núcleos estruturantes as palavras “Pedagógico”, “Objetivo”, “Contexto”, “Partir” e “Aluno”, sendo a palavra “Psicólogo” o núcleo secundário deste último. Aponta-se como contribuições deste artigo a reformulação das concepções cristalizadas acerca do papel do psicólogo na escola e a reflexão acerca de uma atuação multiprofissional neste contexto.

Palavras-chave


Psicologia escolar; Desenvolvimento humano; Educação

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, M. A. M. Psicologia Escolar e Educacional: história, compromissos e perspectivas. Psicol. Esc. Educ. (Impr.), Campinas, v. 12, n. 2, p. 469-475, 2008.

______. Psicologia e Educação no Brasil: uma análise histórica. In: AZZI, R. G.; GIANFALDONI, M. H. T. (Orgs.). Psicologia e Educação. São Paulo: Casa do Psicólogo, p. 9-32, 2011.

BARBOSA, Deborah Rosária; SOUZA, Marilene Proença Rebello de. Psicologia Educacional ou Escolar? Eis a questão. Psicol. Esc. Educ., Maringá, v. 16, n. 1, p. 163-173, 2012.

BRAZ-AQUINO, F. S.; ALBUQUERQUE, J. A. Contribuições da Teoria Histórico-cultural para a prática de estágio supervisionado em Psicologia Escolar. Estud. psicol. (Campinas), Campinas, v. 33, n. 2, p. 225-235, 2016.

COLL, C. Concepções e tendências atuais em psicologia da educação. In COLL, C.; MARCHESI, A.; PALACIOS, J. (Orgs.). Desenvolvimento psicológico e educação. Porto Alegre: Artmed, p. 19-42, 2004.

GALDINI, V.; AGUIAR, W. M. J. Intervenção Junto a Professores da Rede Pública: Potencializando a produção de novos sentidos. In: MEIRA, M. E. M.; ANTUNES, M. A. M. (Orgs.). Psicologia escolar: Práticas críticas. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003, p. 87-103.

GUZZO, R. S. L. Psicologia em Instituições Escolares e Educativas: Apontamentos para um Debate. In: CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (Org.). Ano da Psicologia na Educação: textos geradores. Brasília: CFP, 2003, p. 53-61.

GUZZO, R S. L.; MOREIRA, A. P. G; MEZZALIRA, A. S. C. Desafios para o Cotidiano do Psicólogo Dentro da Escola: A questão do método. In: DAZZANI, M. V. M.; SOUZA, V. L. T. (Orgs.). Psicologia escolar crítica: teoria e prática nos contextos educacionais. Campinas: Alínea, 2016, p. 21-35.

MACHADO, A. M. Exercer a Postura Crítica: Desafios no Estágio em Psicologia Escolar. Psicologia: Ciência e profissão, Brasília, v. 34, n. 3, p. 760-773, 2014.

MARINHO-ARAÚJO, C. M. Intervenção Institucional: Ampliação crítica e política da atuação em Psicologia Escolar. In: GUZZO, R. S. (Org.). Psicologia Escolar: desafios e bastidores na educação pública. Campinas: Alínea, 2014, p. 153-175.

MAYER, R. E. What Good is Educational Psychology? The Case of Cognition and Instruction. Educational Psychologist, Washington, v. 36, n. 2, p. 83-88, 2001.

NEVES, M. M. B. J. Queixas Escolares: Conceituação, discussão e modelo de atuação. In: GUZZO, R. S. L.; MARINHO-ARAÚJO, C. M. (Orgs.). Psicologia escolar: identificando e superando. Campinas: Alínea, 2011, p. 175-191.

PASQUALI, L. Psicometria. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, v. 43, n. spe, p. 992-999, 2009.

SOUZA, A. V. T. et al. O Psicólogo na Escola e com a Escola: A parceria como forma de atuação promotora de mudanças. In: GUZZO, R. S. (Org.). Psicologia Escolar: desafios e bastidores na educação pública. Campinas: Alínea., 2014, p. 27-54.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: A pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

YAZLLE, E. G. Atuação do Psicólogo Escolar: Alguns dados históricos. In: CUNHA, B. B. B. (Org.). Psicologia na Escola: um pouco de história e algumas histórias. São Paulo: Arte & Ciência, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Creative Commons Attribution 4.0 International license.

 

Redes Sociais:

Filiada:

 

Indexadores:

 



 

 

Apoio:

 

 

Logotipo do IBICT