Igualdade entre homens e mulheres: análise do tratamento isonômico perante o artigo 384 da consolidação das leis trabalhistas (CLT)

  • Tânia Pedrosa Rosa PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
Palavras-chave: Intervalo, horas extras, desigualdade de gêneros

Resumo

O estudo desenvolvido buscou elucidar as dificuldades encontradas pelo gênero feminino, que refletiram na sua inserção no mercado de trabalho e na sua situação atual, para verificar as abordagens trabalhistas e as possíveis desigualdades legislativas para o alcance à isonomia das mulheres em relação aos homens. O objetivo da abordagem descrita nesse estudo foi verificar que há várias corroborações ao longo do tempo para o surgimento de desigualdade de gêneros. A metodologia da pesquisa descritiva foi a bibliográfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Pedrosa Rosa, PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
IGUALDADE ENTRE HOMENS E MULHERES: Análise do tratamento isonômico perante o artigo 384 da consolidação das leis trabalhistas (CLT)
Publicado
19-02-2016