Percurso Acadêmico http://periodicos.pucminas.br/index.php/percursoacademico <p style="text-align: justify;"><strong>Percurso Acadêmico</strong>&nbsp;- Revista Interdisciplinar da PUC Minas no Barreiro - é uma<strong>&nbsp;</strong>publicação semestral da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, avaliada pelo Qualis Periódico como revista&nbsp;B3(Interdisciplinar), B3(Direito), B3 (Arquitetura, Urbanismo e Design)&nbsp;e B3(Planejamento Urbano e Regional/ Demografia). &nbsp;Seu público-alvo são&nbsp;docentes, pesquisadores, estudantes universitários de graduação e pós-graduação e demais interessados na produção científica das diversas áreas de conhecimento.</p> <p style="text-align: justify;">&nbsp;<strong>Missão:&nbsp;</strong>veicular trabalhos científicos de docentes e discentes, como forma de registro e divulgação de suas pesquisas, nas diversas áreas de conhecimento, fomentando a formação acadêmica crítica e de qualidade, integrando ensino, pesquisa e extensão.</p> PUC Minas pt-BR Percurso Acadêmico 2236-0603 <h3>Direitos Autorais e Licença Creative Commons</h3><p>O envio de qualquer colaboração implica automaticamente a <strong>cessão integral dos direitos autorais</strong> à Editora PUC Minas. Solicita-se ao (s) autor (es) <strong>assinalar (em)</strong><strong> </strong><strong>o termo-declaração que expressa a transferência de direitos autorais à Editora PUC Minas, a afirmação</strong><strong> </strong><strong>da</strong><strong> </strong>autoria, <strong>originalidade e ineditismo do texto e de sua exclusividade de publicação em Horizonte e sobre a inexistência de conflito de interesses</strong> (relações entre autores, empresas/instituições ou indivíduos com interesse no tema abordado pelo artigo). Solicita-se também <strong>informar, caso existam, os órgãos ou instituições financiadoras da pesquisa objeto do artigo.</strong></p><p><strong>Percurso <em>Acadêmico </em></strong>é uma obra licenciada sob uma <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported</a> (CC BY-NC-ND 3.0).</p><p> </p><h3>Declaração de Direito Autoral</h3><p>Submeto (emos) o presente trabalho, texto original e inédito, de minha (nossa) autoria, à avaliação de <strong>Percurso <em>Acadêmico</em></strong> - Revista Interdisciplinar da PUC Minas no Barreiro, e concordo (amos) que os direitos autorais a ele referentes se tornem propriedade exclusiva da Editora PUC Minas, sendo vedada qualquer reprodução total ou parcial, em qualquer outra parte ou outro meio de divulgação impresso ou eletrônico, dissociado de <strong>Percurso <em>Acedêmico</em></strong>, sem que a necessária e prévia autorização seja solicitada por escrito e obtida junto ao Editor-gerente. Declaro (amos) ainda que não existe conflito de interesse entre o tema abordado, o (s) autor (es) e empresas, instituições ou indivíduos.</p><p>Reconheço (Reconhecemos) ainda que <strong>Percurso <em>Acadêmico</em> </strong>está licenciada sob uma<strong> </strong></p><p><strong> </strong><strong>LICENÇA CREATIVE COMMONS: </strong></p><p><strong><a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported</a> (CC BY-NC-ND 3.0). </strong></p> ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS, SOBRECARGA E QUALIDADE DE VIDA DO CUIDADOR DE IDOSOS COM DOENÇA DE ALZHEIMER http://periodicos.pucminas.br/index.php/percursoacademico/article/view/21961 <p>O presente estudo teve por objetivo analisar os fatores, especialmente os socioeconômicos, presentes no núcleo familiar que possa influenciar no cuidado da pessoa com diagnóstico médico de doença de Alzheimer (DA). Trata-se de estudo de caso transversal e exploratório. Os sujeitos da pesquisa foram 10 cuidadores principais, 2 cuidadores secundários e 10 indivíduos com DA adscritos em uma Unidade Básica de Saúde, do município de Betim, Minas Gerais. Na pesquisa, foram utilizados os seguintes instrumentos de coleta: a Escala de Sobrecarga de cuidadores de Zarit, o Questionário Critério de Classificação Econômica Brasil, a entrevista com roteiro semiestruturado e o diário de campo do pesquisador sendo feita análise de conteúdo dos achados. A pesquisa foi aprovada e submetida pelo Comitê de Ética em Pesquisa da PUC Minas. Os achados da pesquisa revelam que o aspecto sócio econômico influencia na maneira que são realizados os cuidados aos idosos com Doença de Alzheimer. Torna-se necessário que um membro do núcleo familiar assuma o cuidado ao idoso adoecido por dificuldades para contratar profissionais cuidadores, tido como cuidador informal. O perfil desse cuidador é majoritariamente do sexo feminino em idade adulta e com baixa escolaridade. O cuidado é realizado em longos períodos, sem auxílio para a divisão das tarefas, sem capacitação e com poucos recursos financeiros, o que leva à sobrecarga do cuidador e um cuidado fragilizado. Os desafios enfrentados nesse processo de cuidar são múltiplos indo desde a falta de conhecimento sobre a doença até a falta de políticas de cuidado de longa duração que subsidiem a assistência a essas famílias. O estudo revelou a necessidade premente de apoio ao cuidador, especialmente aos cuidadores familiares, prevalente no contexto brasileiro, que tem vivido em um grau de sobrecarga de moderada a severa, com repercussões em sua qualidade de vida.</p> Niciane Maria de Paula Souza Deborah Santos Pereira Miriam Silva Inácio Alves Rêne Mary de Queiroz Carvalho Natália de Cassia Horta Copyright (c) 2020 Percurso Acadêmico 2020-04-06 2020-04-06 10 19 1 16