O ÚLTIMO POST: Cartas de suicídio publicadas no Facebook

  • Liza Fensterseifer
  • Thaynara Bárbara Martins Torres

Resumo

O presente estudo propôs-se a lançar luz à temática do suicídio, um evento complexo, multideterminado, com
taxas epidemiológicas crescentes, sendo considerado um problema de saúde pública. Seu principal objetivo foi
buscar elementos que auxiliem na compreensão do ato suicida, com base em cartas de suicidas postadas no
Facebook. Foi empreendida uma análise qualitativa, por meio de pesquisa documental, que elegeu como objeto
de estudo cinco cartas publicadas no Facebook pelo próprio suicida. A investigação seguiu a proposta da análise
de conteúdo e os resultados foram organizados em cinco categorias: 1) Culpa e perdão; 2) Histórico de
sofrimento; 3) Expectativas e instruções pós-morte; 4) Sentido da vida e percepção de si; e 5) A escrita do sujeito
suicida. Os resultados revelaram que os suicidas carecem de sentido em suas vidas e que a escrita de uma carta
tem como principal função comunicar algo. Os registros de pessoas com comportamento suicida configuram-se
como uma “herança” deixada pelo sujeito, sendo um momento de autorreflexão e uma maneira de dizer o que foi
impedido de ser dito em vida. Apenas a ampliação do conhecimento dos fatores de risco e de proteção do
comportamento suicida pode oferecer subsídios à sua prevenção e, neste sentido, os resultados alcançados neste
estudo oferecem uma importante contribuição.

Publicado
27-11-2020
Seção
SEÇÃO DISCENTE - TEMÁTICA LIVRE