ENTRE POUSOS E DECOLAGENS: UMA ANÁLISE DO TRABALHO DOS PILOTOS DE HELICÓPTERO, A PARTIR DA ERGOLOGIA

Denísia Ferreira Oliveira, Mara Marçal Sales

Resumo


Este estudo teve como objetivo conhecer, na perspectiva dos pilotos, como é o exercício da atividade de segurança pública daqueles que atuam embarcados em aeronaves de asas rotativas e compreender eventuais situações que podem contribuir para a ocorrência de acidentes aeronáuticos envolvendo esses profissionais. Para discutir a temática foram utilizados, dentre outros autores, Schwartz (2004; 2011), Durrive e Schwartz (2008) e Brito (2006; 2008). A realização desta pesquisa baseou-se em uma abordagem qualitativa. Foram realizadas sete entrevistas com pilotos comandantes de aeronave. Após a coleta dos dados foi feita sua análise a partir da Ergologia. O trabalho dos pilotos de helicóptero de segurança pública inclui a realização de ações tanto de intervenção em ocorrências policiais quanto de meio ambiente, resgate de pessoas e traslado de autoridades. Cada uma dessas atividades requer um planejamento e uma forma de ação diferenciada. Embora haja uma forma de prescrição – os chamados Procedimentos Operacionais Padronizados - os entrevistados apontam que a execução prática, muitas vezes, pode requerer um novo planejamento. Os treinamentos desenvolvidos visam minimizar as dificuldades técnicas, contudo os fatores pessoais e os valores que são levados em conta quando da decisão final no cenário de atuação não podem ser treinados, cabendo a cada um dos pilotos, individualmente, gerir suas decisões. Nesse sentido, emerge a Ergologia como uma possibilidade de reflexão sobre os saberes normatizados e a experiência daqueles que, de fato, vivenciam as situações reais de pilotagem e são constantemente convocados a realizarem processos de renormatizações. Esta pesquisa é uma iniciativa que visa contribuir para o desenvolvimento da reflexão sobre os aportes que a Psicologia pode apresentar para a atividade de pilotagem, de forma a possibilitar um maior diálogo entre os processos estabelecidos (normas antecedentes) e as ações práticas (renormatizações).


Palavras-chave


Ergologia; Pilotagem; Polícia Militar; Renormatização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas

Licença Creative CommonsEsta obra está protegida com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.