MEDICAÇÃO/MEDICALIZAÇÃO NA INFÂNCIA E SUAS POSSIVÉIS CONSEQUÊNCIAS

Janaina Arruda Pontes da Cunha, Lúcia Maria de Lima Mello

Resumo


O estudo sobre a medicação/medicalização na infância e suas possíveis consequências tem por objetivo geral analisar a medicalização da infância e suas repercussões para a criança, ainda que no exercício da constituição subjetiva, considerando o sintoma como forma de expressão singular do sujeito. Os objetivos específicos buscam estudar a história da medicação; identificar a diferença metodológica existente entre a medicina contemporânea em sua prática através do DSM e psicanálise, no que se refere ao sintoma, diagnóstico e tratamento e se existe uma diferença quanto à medicação; investigar a possível influência do mercado capitalista, através da indústria farmacêutica, no aumento do consumo de psicofármacos; realizar entrevistas semiestruturadas com profissionais de distintas áreas, tais como médicos (neuropediatra) e um psicanalista. A metodologia utilizada para o desenvolvimento do estudo embasa-se na pesquisa exploratória qualitativa apresentando duas vertentes, a primeira de cunho bibliográfico e a segunda através da análise de entrevistas semiestruturadas. Portanto, as contribuições desse estudo se referem à reflexão do processo da medicalização que aparece sob várias facetas, não de modo a opor uma à outra, mas na tentativa de compreendê-las a partir de suas articulações. A dicotomia existente entre o método da medicina e psicanálise propicia essa compreensão, na medida em que o mal-estar é pensado na perspectiva do isso e/ou aquilo, ou seja, a causalidade do sofrimento não é reduzida apenas ao nível biológico ou psicológico. Essa perspectiva aponta para o lugar do psicofármaco no tratamento psicanalítico e se embasa em não abandonar o sujeito às classificações, aproveitando assim, os recursos de cada um.

Palavras-chave


Medicação; Medicalização; Infância; Indústria Farmacêutica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas

Licença Creative CommonsEsta obra está protegida com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.
SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar