UM RELATO DE EDUCAÇÃO PERMANENTE COM AGENTES COMUNITÁRIAS DE SAÚDE A PARTIR DE UMA PRÁTICA EXTENSIONISTA

  • Fabio Henrique Alves Da Silva PUC MINAS BETIM
  • Flávia Gonçalves da Silva
  • Gedeão Ferreira de Carvalho
Palavras-chave: Saúde mental, Agente comunitária, Educação permanente, Extensão, Psicologia

Resumo

Objetivo deste artigo é apresentar como os fatores do trabalho podem interferir na saúde mental das agentes comunitárias de saúde, em específico as da cidade de Betim – Minas Gerais, e, além disso, proporcionar um relato de experiências de capacitação em saúde mental. Os métodos utilizados foram rodas de conversas e oficinas, marcadas semanalmente, e as temáticas trabalhadas foram de acordo com a demanda das participantes. Obtivemos resultados satisfatórios e surpreendentes. As agentes comunitárias apresentaram um grande conhecimento prático, mas demandavam muito de uma teoria para terem suporte e capacidade de argumentação e diálogo com profissionais da área da saúde. Nos aspectos que dizem respeito à saúde mental, as mesmas trouxeram que a falta de estrutura e investimento do governo prejudicam sua atuação, acarretando uma série de preocupações e sobrecargas.

Biografia do Autor

Fabio Henrique Alves Da Silva, PUC MINAS BETIM
Psicologo em formação na Pontificia Universidade Catolica de Minas Gerais
Publicado
16-12-2019
Seção
Artigos de temática livre