O CASO CLÍNICO PRODUZINDO UMA INSTITUIÇÃO POSSÍVEL

  • Marcela Mascarenhas de Figueiredo Burni Pontificia Universidade Catolica de Minas Gerais
  • Juliana Meirelles Motta
Palavras-chave: Psicanálise, Instituições, Crianças, Adolescentes, Singular, Equipe Multidisciplinar, Construção do caso clínico

Resumo

Neste artigo se busca falar da entrada da psicanálise aplicada nas diversas conjunturas, atravessando a equipe multidisciplinar. O discurso da psicanálise pode fazer um furo no ideal terapêutico de uma instituição? Tentando responder esta questão, foi recorrido a experiência de uma das autoras como psicóloga na Secretaria Municipal de Educação da região metropolitana de BH/MG, com intuito de se pensar na práxis com atendimentos multidisciplinares a crianças e adolescentes. Para entender melhor, é necessário estudar o viés da instituição em questão e a particularidade da clínica com o sujeito criança e com o sujeito adolescente. O que se pode fazer com os impasses encontrados neste percurso? Qual contribuição a psicanálise pode propor como forma de intervenção com a equipe neste contexto, que conta com o atravessamento do real nos casos? Foi considerado como alternativa a metodologia da Construção do Caso Clínico, que pode fazer surgir uma nova instituição a cada caso. Utilizou-se o fragmento de um atendimento realizado neste espaço, que diante da impossibilidade, demandou que a equipe se silenciasse para fazer ressoar a singularidade do sujeito. Assim, foi possível criar um modo de funcionar diferente, fazendo cair o saber normativo institucional e emergindo a invenção de atos clínicos possíveis, pautados na extração do ponto particular do caso.nserido.

Referências

ALVARENGA, Elisa. A ação lacaniana nas instituições. Almanaque on-line, Belo Horizonte, n. 8, jan-jun. 2011. Disponível em: Acesso em 09 ago. 2019.

BARROSO, Suzana. Sobre o caso clínico: uma contribuição à metodologia de pesquisa em psicanálise. In: Revista Almanaque de Psicanálise e Saúde Mental, n 9. Belo Horizonte: IPSM-MG, p. 19-24.

BORGES, Amancio. Elementos mínimos para a construção do caso clínico na prática entre vários: subtítulo do artigo. CliniCAPS: subtítulo da revista, Minas Gerais, v. 4, n. 11, p. 1-14, 2010. Disponível em: https://www.clinicaps.com.br/clinicaps_pdf/Rev_11/Revista%2011%20-%20art2.pdf. Acesso em: 11 set. 2019.

COELHO, Carolina Marra S.. Psicanálise e laço social: uma leitura do Seminário 17. Mental, Barbacena , v. 4, n. 6, p. 107-121, jun. 2006 . Disponível em . Acesso em 15 out. 2019.

FIGUEIREDO, Ana Cristina; GUERRA, Andréa Máris C.; DIOGO, DorisR. A prática entre vários: uma aplicação da psicanálise ao trabalho em equipe em atenção psicossocial. In: Psicanalisar hoje. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 2006, pp. 123-142.

FIGUEIREDO, Ana Cristina. A construção do caso clínico: uma contribuição da psicanálise à psicopatologia e à saúde mental. Rev. latinoam. psicopatol. fundam., São Paulo , v. 7, n. 1, p. 75-86, Mar. 2004 . Available from .Acessoem: 05 Set. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/1415-47142004001006

LACAN, Jacques. A direção da cura e os princípios do seu poder. In: ______. Escritos. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1998.

LACAN, Jacques. Ato de Fundação [1964-1971]. In: ______. Outros escritos. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 2003, p. 235-247.

Lacan, Jacques. Nota sobre a criança. In Escritos. Rio de Janeiro: Zahar. 2003.p. 369-370.

LAURENT, Éric. O analista cidadão. Curinga, Minas gerais, n. 13, p. 07-13, set. 1999.

LEFORT, Rosine. Um passo a mais entre a criança e o adulto: a estrutura do corpo. In: MILLER, Judith (org); A criança no discurso analítico. 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1991. p.17-21.

LEFORT, Robert. Apresentação. In: MILLER, Judith (org); A criança no discurso analítico. 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1991. p.7-10.

MAIOCCHI, E. L. G. K. C. V. M. R. M. T. A psicanálise na instituição educacional: : observações sobre o pensamento epimeteico. Encontro da Associação Mundial de Psicanálise. 1998.

MENDES, VORCARO, REZENDE. O efeito-equipe e a construção do caso clínico: uma construção no coletivo. In: LEITE, Nina; MORAES, Mariana; Ramos, J. Guillermo (orgs); O caso entre exceção e transmissão.1. ed. Campinas. Mercado das letras. 2018. p. 251-268.

MILLER, Jacques-Alain. Rumo ao Pipol4. Correio, São Paulo, EBP, n. 60, p 09, s.d
MILLER, Jacques-Alain. Coisas de fineza em psicanálise. Orientação Lacaniana III. Documento de trabalho para os seminários de leitura da Escola Brasileira de Psicanálise 2008. Disponível em . Acesso em 15 ago. 2019.

MILLER, Jacques-Alain. “Em direção à adolescência”. Intervenção de encerramento da 3ª Jornada do Instituto da Criança. 2015. Disponível em Acesso em: 03.10.2019.

OTONI, Brisset Fernada; LYDIA, Santiago Ana; JUDITH, Miller (orgs). Crianças falam! e têm o que dizer: Experiências do CIEN Brasil. 1. ed. Belo Horizonte: Scriptum, 2013. 206p.

RIBEIRO, Maria Anita. A neurose obsessiva. 4. ed.Rio de Janeiro: Zahar 2015. 58p.

SIGMUND, Freud. "Linhas de progresso na terapia psicanalítica", v.17, p.173-181. (1919 [1918a])

SOUZA, Maria Aparecida. É possível construir um mosaico, recolhendo os casos de uma instituição? Almanaque de Psicanálise e Saúde Mental: Ed. Especial "A prática da psicanálise nas instituições: o que o Ateliê nos Ensina”, Minas Gerais, v. 1, n. 1, p. 45-50, 2013.

STEVENS, Alexandre. Adolescência como sintoma da puberdade. Clínica do contemporâneo. Curinga, Belo Horizonte, n.20, p.27-39, 2004.

STEVENS, Alexandre. A instituição: prática do ato. In: Pertinências da Psicanálise Aplicada: trabalhos da Escola da Causa Freudiana reunidos pela Associação do Campo Freudiano. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007, pp. 76-85.

VIDIGAL, Mariana Furtado. Em "defesa" do sujeito: produções em um Ateliê de Psicanálise Aplicada. Almanaque de Psicanálise e Saúde Mental: Ed. Especial "A prática da psicanálise nas instituições: o que o Ateliê nos Ensina, Minas Gerais, v. 1, n. 1, p. 51-56, 2013.

Vieira, Marcus André. Nota sobre a criança, de Jacques Lacan – Uma leitura. Recuperado em 30 novembro, 2015, de www.litura.com.br/curso_repositorio/uma_leitura_de_nota_sobre_a_crianca_de_j_1. pdf.2005.

VIGANÓ, Carlo. A construção do caso clínico em saúde mental. In: Curinga: psicanálise e saúde mental. Publicação da Escola Brasileira de Psicanálise, seção Minas Gerais, nº 13, Belo Horizonte, set. 99, pp. 50-59.

VIGANÒ, Carlo. Novas conferências.2012.Belo Horizonte: Scriptum Livros.

ZENONI, Alfredo. A Clínica da Psicose: o Trabalho Feito por Muitos. Revista Abre Campos, ano I, p. 32-50. Belo Horizonte: Instituto Raul Soares, 2000.

ZENONI, Alfredo. Clínica e comunidade de trabalho. In: A clínica psicanalítica nos serviços de saúde mental. III Seminário Externo do Instituto Raul Soares. Belo Horizonte: Gráfica da FHEMIG, 1998, pp. 7-20.
Publicado
13-03-2021
Como Citar
BURNI, M. M. DE F.; MEIRELLES MOTTA, J. O CASO CLÍNICO PRODUZINDO UMA INSTITUIÇÃO POSSÍVEL. Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas, v. 5, n. 10, p. 388-402, 13 mar. 2021.
Seção
Artigos de temática livre