ATENDIMENTO PSICOLÓGICO DOMICILIAR: PARTICULARIDADES E CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL

  • Thaís Garcia Paiva Braz
Palavras-chave: Atendimento Psicológico Domiciliar, Terapia Cognitivo-Comportamental, Idoso

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar uma revisão integrativa de literatura, apontando as particularidades e possíveis contribuições da Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) no atendimento psicológico à pessoa idosa no contexto domiciliar, bem como os desafios da TCC nessa modalidade. Foram considerados na análise artigos oriundos prioritariamente da modalidade de atendimento domiciliar para pessoas de idades avançadas sob a perspectiva da TCC. Os resultados evidenciaram que o psicólogo Terapeuta Cognitivo-Comportamental, cuja atuação se dá por meio de um trabalho interdisciplinar, é um profissional que tem muito a contribuir em se tratando de idosos atendidos na própria residência. Alguns estudos mostraram que a metodologia da TCC traz resultados eficazes, se adaptada. Essa modalidade, porém, ainda apresenta muitos desafios práticos e éticos aos profissionais. Por fim, destaca-se uma carência de estudos relacionados ao atendimento psicológico na perspectiva da TCC, em especial para o idoso em seu ambiente domiciliar.

Referências

SOUZA, M. T.; SILVA, M. D.; CARVALHO, D. Revisão integrativa: o que é e como fa-zer? 2010. SIBI. Disponível em: . Acesso em: 16 de abril, 2018.

DUARTE, Y.A.O. & DIOGO M.J.E. Atendimento Domiciliar: Um Enfoque Gerontológico. São Paulo: Editora Atheneu, 2005. Pag. 124 a 139.

Prata da Casa, 3: Escritas do Cotidiano de Uma Equipe que cuida / São Paulo Internações Domiciliares. In: NOZZELLA, Debora Cristina Romualdo. A Contribuição da Psicologia em um Programa de Assistência Domiciliar. Cap. 10. 1° ed. São Paulo: Oboré, 2010. p. 62-67.

Prata da Casa, 3: Escritas do Cotidiano de Uma Equipe que cuida / São Paulo Internações Domiciliares. In: MOTTA, Leticia Ferreira da. Atendimento Domiciliar – Um Enfoque Psico-lógico da Prática da Terapia Cognitivo-Comportamental. Cap. 12. 1° ed. São Paulo: Oboré, 2010. p. 72-76.

OLIVEIRA, Margareth da Silva; ANDRETTA, liana. Manual Prático de Terapia Cogniti-vo-Comportamental. In: NARDI, Tatiane de Carvalho; OLIVEIRA, Rodrigo Grassi. A Te-rapia Cognitivo-Comportamental e o Envelhecimento. Cap. 30. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2011. p. 507-518.

LOPES, Laís de Oliveira; CACHIOLI, Meire. Intervenções psicoeducacionais para cuida-dores de idosos com demências: Uma revisão sistemática. 2012. SIBI. Disponível em: < http://www.producao.usp.br/handle/BDPI/38324>. Acesso em: 10 de abril, 2018.

LAHAM, Cláudia Fernandes. Peculiaridades do atendimento psicológico em domicílio e o trabalho em equipe. 2004. PEPSIC Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-74092004000200010>Acesso em: 10 de abril, 2018.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. In: Alamy, Susana. Atendimento Psicológico Domiciliar. 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 de abril, 2018.

LOBO, Beatriz de Oliveira Meneguelo, et al. Terapia cognitivo comportamental em grupo para idosos com sintomas de ansiedade e depressão: resultados preliminares. 2012. PEPSIC. Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-36872012000200010>. Acesso em: 10 de abril, 2018.

ALMEIDA, Raquel Ayres de; MALAGRIS, Lucia Emmanoel Novaes. A prática da psicolo-gia da saúde. 2011. PEPSIC. Disponível em: Acesso em: 10 de abril, 2018.

LIMA, Andreza Aparecida de; SPAGNUOLO, Regina Stella; PATRICIO, Karina Pa-vão. Revendo estudos sobre a assistência domiciliar ao idoso. Psicol. estud. [online]. 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 de abril, 2018.

MARTINS, Josiane de Jesus, et al. Avaliação da qualidade de vida de idosos que recebem cuidados domiciliares. 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0103-21002009000300005&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 10 de abril, 2018.

LACERDA, Maria Ribeiro, et al. Atenção à saúde no domicílio: modalidades que funda-mentam sua prática. 2006. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902006000200009>. Acesso em: 10 de abril, 2018.

THUME, Elaine, et al. Assistência domiciliar a idosos: fatores associados, características do acesso e do cuidado. Rev. Saúde Pública. 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 de abril, 2018.

FLORIANE, Ciro Augusto; SCHRAMM, Fermin Roland. Atendimento domiciliar ao idoso: problema ou solução? 2004. Disponível em: < https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S0102-311X2004000400013&script=sci_arttext&tlng=pt>Acesso em: 10 de abril, 2018.


FERRREIRA, Fernanda Pretti Chalet; BANSI, Luciana Orui; PASCHOAL, Sérgio Márcio. Serviços de atenção ao idoso e estratégias de cuidado domiciliares e institucionais. 2014 Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v17n4/1809-9823-rbgg-17-04-00911.pdf>Acesso em: 10 de abril, 2018.

REBELO, Helder. Psicoterapia na idade adulta avançada. 2007. Disponível em: Acesso em: 10 de abril, 2018.

MOREIRA, Juliana Amorim; CREPALDI, Maria Aparecida. Atendimento psicológico do-miciliar no contexto do envelhecimento: um olhar sob a perspectiva sistêmica. 2016. Dis-ponível em: Acesso em: 10 de abril, 2018

ALEXANDRE, Marta Maria de Lima; ROMAGNOLI, Roberta Carvalho. Atendimento Psi-cológico Domiciliar: relato de uma experiência. 2017. PSI UNISC. Disponível em: Acesso em: 10 de abril, 2018.

MARCO, Mariana Nunes da Costa. Acompanhante Terapêutico: caracterização da prática profissional na perspectiva da Análise do Comportamento. Revista Brasileira de Terapia Com-portamental e Cognitiva. 2012. Disponível em: Acesso em: 10 de abril, 2018.

PITIÁ, Ana Celeste de Araújo; FUREGATO, Antônia Regina Ferreira. O Acompanhamento Terapêutico (AT): dispositivo de atenção psicossocial em saúde mental. 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832009000300007>Acesso em: 10 de abril, 2018.

SANTOS, Julimara Gomes dos, et al. Análise de protocolos com intervenção motora domi-ciliar para pacientes com doença de Alzheimer: uma revisão sistemática. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2013. Disponível em: Acesso em: 10 de abril, 2018.

BECK, A.T. e colaboradores. Terapia cognitiva da depressão. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

BECK, Judith S. Terapia Cognitivo-Comportamental: teoria e prática. Tradução de Sandra Mallmann da Rosa. 2ª ed. São Paulo: Artmed, 2013.

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA. O atendimento domiciliar em Psicologia. Disponível em: Acesso em: 10 de abril, 2018.

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA. Guia para o exercício profissional: psicolo-gia: legislação, orientação, ética, compromisso social / Conselho Regional de Psicologia - 4ª Região (MG). - 4. ed., rev. e ampla. - Belo Horizonte: Atendimento domiciliar. P. 30. 2015.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Código de ética profissional do psicólogo. Resolução CFP Nº 010/05. Art. 1º. Brasília, 2005
Publicado
07-09-2020
Como Citar
BRAZ, T. G. P. ATENDIMENTO PSICOLÓGICO DOMICILIAR: PARTICULARIDADES E CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL. Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas, v. 5, n. 9, p. 179-194, 7 set. 2020.
Seção
Artigos de temática livre