O desenvolvimento infantil aos dois anos: conhecendo as habilidades de crianças atendidas em um programa de saúde materno-infantil

  • Carolina Sarzi Ledur Universidade Federal de Santa Maria
  • Edinara Zanatta Universidade Federal de Santa Maria
  • Caroline Rubin Rossato Pereira Universidade Federal de Santa Maria
  • Dorian Mônica Arpini Universidade Federal de Santa Maria
  • Maria Lucia Macari Universidade Federal de Santa Maria
  • Patrícia Jovasque da Rocha Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: desenvolvimento infantil, relações familiares, infância

Resumo

O segundo ano de vida é um período de significativa importância no desenvolvimento infantil devido às rápidas conquistas que acontecem nessa época. Este estudo teve como objetivo explorar as aquisições de desenvolvimento percebidas pelas mães em crianças que haviam completado dois anos de vida. O estudo configurou-se como qualitativo, tendo participado dele cinco díades mães-filhos, cujas crianças estavam na faixa etária entre 23 e 26 meses. As participantes responderam a um questionário de contextualização familiar e a uma entrevista semiestruturada e foram realizados dois momentos de observação da relação mãe-filho. Os resultados foram analisados conforme o método de análise de conteúdo, através das seguintes categorias: linguagem, habilidades cognitivas, habilidades motoras e habilidades socioemocionais. Os resultados apontaram o desenvolvimento dentro do esperado para essa faixa etária e o olhar atento das mães acerca do desenvolvimento de seus filhos.

Biografia do Autor

Carolina Sarzi Ledur, Universidade Federal de Santa Maria

Ciências Sociais e Humanas

Curso de Psicologia

Publicado
12-12-2019
Seção
Artigos / Articles / Artículos