Teoria Crítica e Transdisciplinaridade: uma aposta no projeto emancipatório

  • Jacqueline de Oliveira Moreira Pontifica Universidade Católica de Minas Gerais
  • Ana Claúdia Castello Branco Rena Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Diego Fernando Bolaños Universidade Federal de Minas Gerais
  • Lucas Caetano Pereira de Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Transdisciplinaridade. Pesquisa. Psicanálise. Sociologia.

Resumo

O presente texto busca abordar os fundamentos da transdisciplinaridade no contexto de uma pesquisa desenvolvida em um ambiente que reúne sociólogos e psicólogos para trabalhar a questão da criminalidade, que convoca a juventude pobre e, com muita frequência, negra. “O Manifesto da Transdisciplinaridade”, escrito por Basarab Nicolescu, em 1999, base desta discussão, propõe uma nova posição dos homens em relação aos outros homens e à natureza. Assim, buscamos localizar a vertente filosófica que possibilitou este salto de uma ciência disciplinar descritiva para uma ciência implicada com a prática, ultrapassando as falsas dualidades e buscando produzir conhecimento a partir da lógica da complexidade.

Biografia do Autor

Jacqueline de Oliveira Moreira, Pontifica Universidade Católica de Minas Gerais
Professora da Pós-Graduação em Psicologia da PUC Minas. Doutora em Psicologia Clínica pela PUC-SP. Mestre em Filosofia pela UFMG. Psicanalista. Bolsista Produtividade CNPq PQ2. Membro do GT da ANPEPP “Psicanálise, Clínica e Política”. Membro da Comissão de Propostas Socioeducativas do Fórum Permanente do Sistema Socioeducativo de Belo Horizonte. Projeto Aprovado APQ-02862-17 – Edital Universal FAPEMIG.
Ana Claúdia Castello Branco Rena, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

 Doutoranda em Psicologia pela PUC Minas (Conceito CAPES 5), Bolsista CAPES I. Graduada em Psicologia com especialização em Clínica Psicanalítica e mestre em Psicologia na linha de Intervenções Clínicas e Sociais também pela PUC Minas. Integrante do grupo de Pesquisa “Curso de Vida e Trajetória Delinquencial: um estudo exploratório dos eventos e narrativas de jovens em situação de vulnerabilidade”, coordenado pelo professor Bráulio Figueiredo Alves da Silva e financiado pelo Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinar (IEAT/UFMG) - Cooperação.

Diego Fernando Bolaños, Universidade Federal de Minas Gerais
Residente pós-doutoral no Programa de Pós-graduação em Conhecimento e Inclusão Social da Faculdade de Educação (FaE), da UFMG. Bolsista CAPES. Doutor em Educação pela FaE – UFMG com Bolsa CAPES. Psicólogo e profissional em Ciências do Esporte da Universidade del Valle (Colômbia). Membro do Lepsi-MG; Redes Coletivo Amarrações e INFEIES.
Lucas Caetano Pereira de Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestrando em Sociologia pela UFMG. Bolsista CNPq. Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais. Integrante do grupo de Pesquisa “Curso de Vida e Trajetória Delinquencial: um estudo exploratório dos eventos e narrativas de jovens em situação de vulnerabilidade”, coordenado pelo professor Bráulio Figueiredo Alves da Silva e financiado pelo Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinar (IEAT/UFMG) – Cooperação.

 

Publicado
12-12-2019
Seção
Dossiê transdisciplinaridade